Início Mod. individuais Natação

Europeu de Natação 2021: Portugal com 16 nadadores em Budapeste

7
Natação

Portugal vai estar representado por 16 nadadores nos Campeonatos da Europa, em Budapeste, competição para a qual parte com ambições de chegar a finais e de conseguir aumentar as cinco presenças já asseguradas nos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

Seria muito bom conseguirmos colocar quatro nadadores nos oito primeiros lugares, ou seja, presentes em finais, e 12 dentro das 16 primeira posições”, assumiu José Machado, Director Técnico Nacional (DTN), à agência Lusa, na antevisão à competição de natação pura, que arranca na segunda-feira, na capital húngara.

José Machado admitiu as expectativas em relação à obtenção de mínimos para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, referindo que “há alguns nadadores que estão bem perto das marcas de qualificação”.

Além dos lugares na classificação, o que nos deixaria satisfeitos seria ter mais nadadores a garantirem o acesso aos Jogos”, afirmou o DTN, lembrando que Portugal já tem mais um atleta qualificado para Tóquio2020, do que teve para o Rio2016.

Entre os 16 nadadores que vão marcar presença nos Europeus, cujas provas de natação pura decorrem entre segunda-feira e 23 de maio, figuram quatro dos cinco que já têm mínimos para Tóquio 2020: Alexis Santos (200 metros estilos), Tamila Holub (1.500 livres), Diana Durães (1.500 livres) e Ana Catarina Monteiro (200 mariposa).

O único olímpico ausente é Gabriel Lopes (200 estilos), por ainda estar a treinar condicionado devido a sequelas de covid-19.

Aos quatro já qualificados para Tóquio2020 juntam-se Diogo Carvalho, Francisco Quintas, Francisco Santos, João Costa, José Paulo Lopes, Miguel Nascimento e Tomás Veloso, em masculinos, e Francisca Martins, Rafaela Azevedo, Raquel Pereira, Rita Frischknecht e Victoria Kaminskaya.

O responsável técnico reconheceu que a preparação dos atletas tem sido diferente do habitual devido à pandemia, referindo que, “durante a primeira fase de confinamento, foi tudo muito complicado, mas a partir de setembro os atletas têm conseguido treinar quase normalmente”.

Treinar tem sido possível, competir é que é mais complicado. Estes Europeus vão ser a primeira grande competição internacional desde o início do ano passado”, vincou.

José Machado considera que a ausência de espectadores na piscina pode ter efeitos diferentes nos nadadores, pois “uns tentam superar-se ainda mais com a presença de público, e outros conseguem descontrair quando percebem que as bancadas estão vazias”.

Lista dos 16 nadadores convocados para Budapeste

– Alexis Santos (Sporting): 50 metros costas, 50 bruços, 200 estilos e estafeta 4×100 livres.

– Diogo Carvalho (Galitos): 200 estilos e estafeta 4×100 livres.

– Francisco Quintas (Sporting): 50, 100 e 200 bruços.

– Francisco Santos (Sporting): 100 costas, 200 costas e estafeta 4×100 livres.

– João Costa (Vitória de Guimarães): 100 costas e 200 costas.

– José Lopes (Sporting de Braga): 800 livres e 400 estilos.

– Miguel Nascimento (Benfica): 50 livres, 100 livres, estafeta 4×100 livres.

– Tomás Veloso (CNAC): 200 livres.

– Ana Catarina Monteiro (Fluvial Vilacondense): 100 e 200 mariposa

– Diana Durães (Benfica): 200 livres, 400 livres, 800 livres e 1.500 livres, estafeta 4×200 livres.

– Francisca Martins (FOCA): 200 livres, estafeta 4×200 livres.

– Rafaela Azevedo (Algés e Dafundo): 50 costas e 100 costas.

– Raquel Pereira (Benfica): 100 bruços, 200 bruços e 200 estilos e 4×200 livres.

– Rita Frischknecht (Algés e Dafundo): 200 livres e 4×200 livres.

– Tamila Holub (Sporting de Braga): 800 m livres, 1500 m livres e estafeta 4×200 livres.

– Victoria Kaminskaya (Benfica): 100 bruços e 200 bruços.

Lusa