Início Mod. colectivas Futebol

Sporting vence Nacional e fica mais perto do título nacional

3

O Sporting venceu o Nacional, por 2-0, em jogo a contar para a 30ª Jornada da Liga NOS, disputado no Estádio José Alvalade Séc. XXI, em Lisboa.

Depois das vitória dos rivais FC Porto e Benfica, os “leões” teriam de vencer para ficarem mais perto da conquista do título nacional.

No entanto, o Nacional (que à partida para esta ronda ocupava a última posição) também tinha que somar os 3 pontos, depois de ver os empates de Farense, Boavista e Rio Ave.

Por isso, foi um jogo muito complicado para o Sporting, que mais uma vez teve de lutar contra uma equipa que fechou todas as linhas e evitou o golo até onde pode.

No final da primeira parte, Sporting e Nacional empatavam a zero, embora os “verde-e-brancos” tivessem marcado um golo, anulado por posição irregular (fora-de-jogo) de Pedro Gonçalves no início de uma jogada concluída por Paulinho.

Na segunda metade, a equipa da casa voltou a procurar o golo, com uma forte pressão sobre o último reduto nacionalista, mas a eficácia não aparecia, o que deixava Rúben Amorim muito nervoso.

Até que, ao minuto 67, Alhassan faz uma falta mais dura sobre Jovane Cabral (que entrou aos 62 minutos) e o árbitro mostra-lhe o 2º cartão amarelo (e o consequente vermelho), deixando os madeirenses a jogarem com 10 elementos.

Contra 10 jogadores, a pressão do Sporting foi ainda maior, e a “muralha” do Nacional “quebrou” aos 83 minutos, quando Feddal cabeceou para o fundo da baliza (depois de um passe açucarado de Jovane Cabral), lançando a festa no banco de suplentes dos “leões”.

Até ao fim, Jovane Cabral voltou a espalhar magia e numa jogada rápida consegue ganhar uma grande penalidade, depois de ser tocado por Rui Correia, quando estava em boa posição para rematar para o fundo da baliza.

Na cobrança do castigo máximo, o mesmo Jovana Cabral marca o 2-0 e “carimba” o resultado final, para completo descanso de Rúben Amorim e de milhões de adeptos leoninos espalhados pelos 4 cantos do Mundo.

O avançado Jovane Cabral mudou o rumo dos acontecimentos de um jogo, que estava a ser difícil para o Sporting desbloquear e conseguir vencer, para manter os 6 pontos de avanço sobre o FC Porto no topo da classificação geral.