Início Mod. colectivas Futebol

Benfica vence P. Ferreira e continua na 3ª posição da Liga NOS

3

O Benfica venceu o P. Ferreira, por 5-0, em jogo a contar para a 26ª Jornada da Liga NOS, disputado no Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira.

Sabendo que iria enfrentar uma equipa que atravessa um bom momento de forma, o Paços entrou em campo disposto a “bater o pé” ao Benfica e somar mais 3 pontos.

No entanto, Pepa teve grandes dificuldades para montar um esquema que desse garantiras, pois apesar de ter bons jogadores não tinhas disponíveis os “desequilibradores” Douglas Tanque (castigado por ter visto o cartão vermelho no jogo anterior), João Pedro (castigado por não ter cumprido o regulamento interno do clube) e Luther Singh (a cumprir o 12º dia dos 14 de quarentena impostos pela DGS por ter estado na África do Sul, onde os casos de Covid-19 são muito elevados).

Já no Benfica, Jorge Jesus optou por fazer uma pequena alteração (Everton Cebolinha saiu do onze para entrar Jan Vertonghen) mas manteve o esquema inalterado.

Com estas características, cedo se percebeu que o Benfica tinha um ligeiro ascendente, mas até aos 22 minutos, o marcador registava um redondo 0-0.

Até que, Stephen Eustáquio comete uma falta mais dura e vê cartão amarelo; no entanto, o árbitro Hugo Miguel é alertado pelo VAR e depois de ver as imagens resolve expulsar o jogador, explicando que a entrada tinha sido com a sola do pé.

Pepa não concordou, protestou, ainda viu o cartão amarelo, mas nada mudou e o Paços de Ferreira passou a jogar com 10 elementos até ao minuto 90.

Com menos 1 elemento e sem os tais “desequilibradores” (pelos motivos que já explicamos acima), o Paços sentiu grandes dificuldades para segurar o Benfica, e depois do primeiro golo (marcado por Diogo Gonçalves, aos 38 minutos) viu-se que os “castores” iriam para casa com uma derrota, faltando saber por que números.

Até ao intervalo, foi sem surpresa que se assistiu ao avolumar do marcador para os “encarnados”, com golos de Rafa e de Seferovic.

Na segunda metade, o Benfica limitou-se a gerir o tempo e o resultado, só forçando um pouco nos últimos minutos, quando o Paços já estava cansado e já tinha “entregue” o encontro.

Seferovic e Darwin Nunez fixaram o marcador na “mão cheia” de golos, e o suíço passou a ser o melhor marcador da Liga NOS, agora com mais 1 golo que Pedro “Potinho” Gonçalves, que até aqui era o goleador-mor da competição.

No entanto, na classificação geral, o Benfica continua na 3ª posição, podendo ganhar pontos ao Sporting, que só amanhã realiza o seu jogo referente à 26ª jornada da competição.