Início Mod. individuais Automobilismo

Francisco Abreu confirma participação no CNV by Sport TV

2
Francisco Abreu - CNV 2021

O Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV continua a formar um plantel muito interessante, fruto do ampliado interesse dos pilotos numa competição que abraça modelos da categoria GT, uma das mais estimulantes da competição em pista.

O mais recente reforço chama-se Francisco Abreu, Campeão de Portugal de Velocidade de 2015 ao volante de um Tattus da equipa Team Novadriver. O piloto madeirense, vencedor do TCR Ibérico e campeão da GT4 South European Series, ao volante de um Mercedes AMG GT4, vai participar no Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV com um Porsche 911 GT3 Cup 4.0, tendo como companheiro de equipa Francisco Mora.

Com o apoio da Veloso Motorsport, Francisco Abreu aceitou o convite feito por Francisco Mora para unirem esforços e conquistarem o título de 2021, tendo o piloto madeirense de 26 anos abraçado este projecto como um trampolim para uma carreira no estrangeiro.

Francisco Abreu

“Num ano complicado em termos de apoios, encontrei os recursos necessários para regressar às pistas nacionais e juntamente com a minha equipa e os meus patrocinadores, meditámos longamente sobre as
propostas que foram surgindo.

Após essa longa ponderação, sintonizámos objectivos e decidimos optar pelo Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV, sendo vários os factores que contribuíram para esta decisão. Desde logo, a transmissão das provas na televisão, algo que os meus patrocinadores acolheram com muito agrado.

Depois, estaremos ao volante de um carro muito competitivo que permite, caso tenhamos essa oportunidade, disputar também corridas no estrangeiro. Finalmente, o calendário é muito equilibrado e promete competição acesa.

Por tudo isto e pelo gentil convite feito pelo Francisco Mora e pela Veloso Motorsport, decidi apostar no Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV. Terei a meu lado o Francisco Mora e a saudável rivalidade entre os dois vai-nos fazer evoluir e preparar para um futuro que pode passar pelo estrangeiro. Claro que o objectivo será vencer provas e conquistar o título de campeão de Portugal de Velocidade, embora reconhecendo que a competição será renhida.” Open Velocidade