Início Mod. individuais Fórmula E

Formula E 2023: Nova dupla de pilotos para a Nissan Fórmula E Team

75
Nissan Formula E Team

A Nissan Formula E Team também tem uma nova formação de pilotos para a próxima temporada, misturando experiência e juventude, com o vencedor de provas de Fórmula E Norman Nato e o vice-campeão da Super Fórmula 2022, Sacha Fenestraz, ambos a estrearem-se na equipa.

O piloto francês Nato vai competir no Nissan nº 17, enquanto o franco-argentino Fenestraz vai estar ao volante da máquina nº 23.

Gosto muito da nova decoração, é diferente e vai definitivamente destacar-se na pista“, disse Norman Nato.

O design de flor de cerejeira é um grande toque. Esta temporada também é um novo começo para mim e estou extremamente entusiasmado. Agora, temos de nos concentrar em prepararmo-nos para a temporada que se avizinha, desenvolver o automóvel e construir relações dentro da equipa, para estarmos preparados para a primeira prova, no México.

Os testes estão a chegar e vamos procurar aproveitar o nosso tempo em Valência para melhorar e desenvolver a nossa compreensão do novo bólide da Gen3, para estar no nosso melhor para o início da 9ª temporada“.

Sacha Fenestraz comentou que “o automóvel está bonito“.

Adoro a ideia da flor de cerejeira. É a primeira vez que vemos algo assim na Fórmula E e é óptimo celebrar a herança japonesa da equipa. Mal posso esperar para estar na pista e estou muito entusiasmado para chegar a Valência e começar a testar, em breve.

É um grande passo para mim correr na Fórmula E e sentir que o profissionalismo e dedicação da equipa está a pressionar-me para alcançar os melhores resultados possíveis.

Estamos a preparar-nos bem para a temporada, no simulador, a ajustar e a desenvolver o automóvel para iniciar a temporada de uma forma positiva“.

Os pilotos da Nissan Fórmula E Team terão as suas primeiras saídas no recém-construído automóvel da Gen3 durante o teste oficial de pré-temporada no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, nos dias 13 a 16 de dezembro.

A 9ª temporada deverá ser a mais longa da Fórmula E até à data, com um recorde de 17 corridas planeadas, incluindo visitas de estreia à Índia, África do Sul e Brasil, antes de terminar o ano no E-Prix de Londres.