Início Mod. individuais Ciclismo

3 Dias d’Aigle 2022: Daniela Campos termina omnium em 12º

81
Daniela Campos - Ciclista

A Selecção Nacional iniciou esta quinta-feira a sua participação nos 3 Dias d’Aigle, que se realizam na pista do Centro Mundial de Ciclismo, na Suíça. Daniela Campos foi a primeira a competir, terminando o concurso de omnium na 12ª posição.

Daniela Campos subiu à pista do Centro Mundial de Ciclismo, uma estrutura integrada no complexo desportivo da sede da União Ciclista Internacional (UCI), em representação da Selecção Nacional no concurso de omnium feminino.

Nesta prova, a corredora portuguesa enfrentou alguns dos grandes nomes da pista a nível mundial, tais como Clara Copponi (França), Lotte Kopecky (Bélgica), Maike Van der Duin (Países Baixos) e Chiara Consonni (Itália).

O concurso de omnium arranca com a prova de scratch, onde Daniela Campos procurou estar sempre bem colocada, o que lhe garantiu o 13º lugar.

Na corrida tempo conseguiu ter uma prestação ainda melhor, terminando na sexta posição. Os problemas chegariam na prova de eliminação. Uma queda na fase inicial da corrida levou a que a mesma tivesse de ser neutralizada.

No recomeço da prova, apesar de não ter caído, Daniela Campos não se conseguiu posicionar da melhor forma, o que levou a que fosse precocemente eliminada.

Este percalço acabaria por deitar por terra qualquer aspiração de um bom resultado nesta prova. Na corrida por pontos, Daniela Campos deu tudo para pontuar, conseguindo fazê-lo em duas ocasiões, somando um total de três pontos.

O seleccionador nacional faz um balanço muito positivo desta prestação da corredora portuguesa no concurso de omnium.

Estou satisfeito com o trabalho que ela fez, tanto a nível técnico como tático. A corrida de scratch foi muito acelerada na fase final e a Daniela conseguiu estar sempre bem colocada. Na corrida tempo melhorou bastante, mas na eliminação não correu tão bem, devido à desconcentração causada pela queda que se deu no inicio da corrida.

Quando retomou a prova estava mal posicionada e acabou por ser logo eliminada. Na corrida por pontos esteve bastante bem, sempre muito activa na corrida e com o objectivo de pontuar.

Entrámos por duas vezes em situações que poderiam dar a volta, de modo a somar 20 pontos, mas acabou por não resultar. O balanço é muito positivo, pois se não fosse aquele problema na eliminação poderíamos ter terminado mais acima na classificação final.

O objectivo era somar pontos, que nos garantem a elegibilidade para competições importantes como os Campeonatos do Mundo, e claro, a preparação para os mundiais deste ano”, afirmou Gabriel Mendes.

Assim, a representante da Selecção Nacional terminou este concurso de omnium na 12ª posição, somando um total de 53 pontos. A vencedora da prova foi a francesa Clara Copponi, que somou 183 pontos.

Na segunda das três jornadas competitivas que compõem os 3 Dias d’Aigle teremos Maria Martins e Daniela Campos em pista. Daniela Campos será a primeira a competir, na disciplina de eliminação, pelas 20h20, seguindo-se Maria Martins, na corrida de scratch, cerca de uma hora e meia mais tarde.

Quanto ao dia de hoje, o seleccionador nacional ressalva que “o mais importante é o trabalho que estamos a desenvolver como preparação para o Campeonato do Mundo. A segurança nesta preparação é o mais importante, logo não podemos correr riscos desnecessários. No entanto, tentaremos sempre alcançar o melhor resultado possível”.