Início Mod. colectivas Futebol

Fezada de Ricardo Quaresma dá o mote para o início do campeonato

117
Amor à Camisola - Betclic

Decorreu hoje, em Lisboa, o evento de antevisão de mais uma edição do campeonato nacional. Desta vez, Ricardo Quaresma, ex-internacional português, juntou-se a Jorge Andrade e a Abel Xavier para partilharem a sua visão daquilo que vai ser o regresso do futebol português, que tem data marcada para esta sexta-feira, dia 5.

Sob o mote da sua nova campanha ‘Fezada no improvável’, a Betclic organizou, no Airfut (Lisboa, Prior Velho), o Evento Betclic ‘Fezada no Campeonato’, que contou com a experiência de Ricardo Quaresma e de Jorge Andrade, duas lendas do futebol português, bem como de Abel Xavier.

Segundo Quaresma, “hoje em dia perdemos muito os jogadores ídolos, perdemos um pouco da magia do futebol ao ponto de às vezes estar a ver um jogo e não perceber nada. Os extremos atuam por dentro e os laterais é que fazem o trabalho dos extremos. Onde é que já se viu?”.

Por outro lado, Ricardo Quaresma afirmou que “no campeonato português os treinadores montam muito bem as defesas, pelo que o Benfica terá muitas dificuldades”.

Já para Jorge Andrade, “o campeonato está em aberto, mas o Porto terá vida complicada, principalmente pelas saídas de jogadores importantes na manobra ofensiva. O problema destas saídas é que não existe um plano B. O Porto perdeu muita criatividade.”

Para Abel Xavier, “o Porto vai lutar para defender o título, não para o conquistar. O Benfica irá ter muitas lacunas do ponto de vista defensivo enquanto que o Sporting já tem um sistema montado que tem apenas alguns ajustes”.

No que diz respeito à equipa favorita a ser campeã, os três ex-jogadores foram concisos e responderam unanimemente “Porto”, sem nunca deixar de destacar a concorrência cerrada que Sporting e Benfica vão dar.

Sob o mote da sua nova campanha ‘Desafia as Odds – Fezada no Improvável‘, e pretendendo trazer um sabor especial a cada uma das jornadas da nova época desportiva, a Betclic decide abanar o campeonato nacional apostando no improvável e deixando a garantia de que, se um dos clubes que agora subiu à I Liga ganhar o campeonato, a saber, Grupo Desportivo de Chaves, Rio Ave Futebol Clube, Casa Pia Atlético Clube, levará um charter com 280 dos seus sócios às Maldivas.