Início Extra Competição

Pedalar por uma Causa 2022: Iniciativa solidária da Rubis Gás

A acção de responsabilidade social, integrada no projecto Rubis por uma Causa, decorre durante a Volta a Portugal e vai apoiar três instituições.

31
Pedalar por uma Causa 2022 - Rubis Gás

Na próxima quinta-feira, dia 4 de agosto, arranca em Lisboa a iniciativa ‘Pedalar por uma Causa‘, um projecto de responsabilidade social da Rubis Gás que se realiza, pela quinta vez, no âmbito do Patrocínio da Camisola Verde da Volta a Portugal em Bicicleta, e que visa a angariação de fundos para apoiar instituições de solidariedade social.

À semelhança dos anos anteriores, a iniciativa ‘Pedalar por uma Causa‘ acontece em todas as etapas da Volta a Portugal, na Feira da Animação das Chegadas.

O local contará com uma estrutura com bicicletas estáticas em que todos podem pedalar e contribuir, assim, para ajudar quem mais precisa, sendo que cada quilómetro pedalado corresponde a 5 euros, a serem doados.

Lisboa recebe o prólogo da Volta a Portugal em Bicicleta e será, por isso, a primeira cidade a ‘Pedalar por uma Causa’. As bicicletas vão estar montadas no stand da Rubis Gás a partir das 14h00 e basta aparecer no local, com muita vontade e energia, para participar e pedalar.

No final da competição, os quilómetros acumulados nas várias localidades são contabilizados e convertidos, e o valor total repartido por três instituições de solidariedade social”, relembra Cristina Machado, Directora de Marketing, Projectos e Desenvolvimento de Negócio da Rubis Gás.

A Associação NOMEIODONADA – O Kastelo, a CERCI Braga e a FROC – Fundação Rui Osório de Castro vão ser as instituições contempladas pela iniciativa ‘Pedalar por uma Causa’ nesta 83ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta.

Depois de Lisboa, a acção vai passar por Elvas (dia 5 de agosto); Castelo Branco (dia 6 de agosto); Torre (dia 7 de agosto); Viseu (dia 8 de agosto); Miranda do Corvo (dia 10 de agosto); Maia (dia 11 de agosto); Braga (dia 12 de agosto); Fafe (dia 13 de agosto); Mondim de Basto (dia 14 de agosto); e termina em Vila Nova de Gaia no dia 15 de agosto, o último dia da prova.

A iniciativa pode ser acompanhada nas redes sociais em

  • www.facebook.com/rubisporumacausa e
  • www.instagram.com/rubis_porumacausa.

De recordar que na 82ª Volta a Portugal, em 2021, os portugueses pedalaram 3906,3 quilómetros conseguindo, assim, mais de 19.000 euros.

O valor foi repartido pelas seguintes instituições de solidariedade social:

  • Grupo Dançando com a Diferença
  • Centro Comunitário Bento XVI
  • Associação das Aldeias de Crianças SOS Portugal

A Camisola Verde Rubis Gás foi entregue a Rafael Reis, da Efapel, vencedor da última etapa contrarrelógio em Viseu.

Volta a Portugal Continente 2022: Diversão para além da competição