Início Mod. individuais Automobilismo

Group 1 Portugal: Corridas quentes com vários novos vencedores em Portimão

54
Group 1 Portugal 2022 - Portimão

A terceira jornada dupla do Group 1 Portugal teve lugar este fim de semana no programa do Algarve Summer Party, no Autódromo Internacional do Algarve (AIA).

Em duas corridas altamente disputadas nas diversas categorias, em que o muito calor colocou pilotos e máquinas à prova, Paulo Vieira e Ricardo Pereira dividiram as vitórias.

Partindo da primeira posição da grelha de partida, Ricardo Pereira assumiu a liderança da corrida à frente de um aguerrido pelotão perseguidor de Ford Escort RS 2000 da classe H81-2000.

O piloto-preparador manteve o primeiro lugar até à paragem nas boxes, quando Paulo Vieira tomou de assalto a primeira posição para não mais a largar, tendo recebido a bandeira de xadrez com três segundos de vantagem sobre Ricardo Pereira.

Paulo Vieira e Ricardo Pereira continuaram o seu duelo no início da primeira corrida, que ficou marcado pela desistência de Francisco Freitas / João Moreira logo na primeira volta traídos pela motor do seu Escort.

Desta vez, Ricardo Pereira não deixou escapar a vitória, ultrapassando Paulo Vieira na oitava volta das dezasseis. Rui Azevedo foi o terceiro classificado, à frente do duo Filipe Martins / João D. Lopes.

Pior sorte tiveram Nuno Breda e António Maia que seguiam no pelotão da frente quando uma colisão estragou a corrida a ambos.

Madalena Gaspar e Fernando M. Gaspar deram um passo de gigante rumo ao título da classe H81-1600, aproveitando o facto do VW Golf de Rafael Cerveira Pinto / António Liberal ter claudicado logo no início da primeira corrida devido a um sobreaquecimento do motor do carro.

Contudo, a dupla mãe e filho não se acomodaram à situação, tendo realizado duas corridas ao ritmo que se esperava, obtendo um décimo lugar na primeira corrida e um notável quinto lugar no segundo confronto.

O Jaguar XJS V12 de António Castro Pinheiro / Ernesto Vieira não foi oposição para os Escort, mas dois triunfos indiscutíveis na classe H81-MAX da categoria, que contou na segunda posição com o regresso dos irmãos António e José Fresco num revigorado Ford Capri.

Production Cup

Com um número recorde de inscritos, a Production Cup voltou a oferecer um espectáculo dentro do espectáculo, com corridas electrizantes, novos vencedores e finais decididos na última volta.

O Datsun 1200 de Pedro Reis /Paulo Costa venceu na derradeira curva a primeira corrida do fim de sem ana, com uma ultrapassagem nos limites a Tomás Pinto Abreu, com os dois carros num ‘sprint’ frenético a cortarem a linha de meta separados por 0,099 segundos.

No seu melhor fim de semana de sempre na competição, Pedro Gordo / Rúben Ferreira obtiveram um pódio na primeira corrida, na frente de Alberto Xavier, líder da Production Cup, mas guardaram o melhor para o segundo confronto.

Tomás Pinto Abreu teve um bom momento inicial, apenas interrompido por uma fuga de óleo ditou o abandono de um dos habituais favoritos à vitória. Pedro Gordo / Rúben Ferreira assumiram então as rédeas da corrida, com uma performance de excelência conquistaram a sua primeira vitória na categoria, seguidos por Pedro Reis / Paulo Costa, que saíram de Portimão com uma excelente operação em termos de pontos.

O último lugar do pódio ficou para Paulo Félix Ribeiro, um resultado de todo inesperado, pois no dia de sábado o piloto da Figueira da Foz tinha ficado sem a terceira mudança no seu Datsun, problema resolvido com uma caixa-de-velocidades miraculosamente encontrada em Loulé.

Próxima prova

O Group 1 Portugal regressa agora para uma das mais esperadas jornadas da temporada dentro do programa dos ‘250 km do Estoril’, evento que está agendado para o fim de semana de 19 e 20 de Novembro no Autódromo do Estoril.