Início Mod. individuais Automobilismo

CPV/SE 2022: Portugueses na pole-position das 2 corridas em Portimão

108
Bruno Pires e Alvaro Fontes - CPV 2022 - Portimão

Bruno Pires, associado ao espanhol Alvaro Fontes, no Porsche 911 Cup, e a dupla Miguel Cristóvão / Francisco Carvalho (McLaren 570 S GT4) conquistaram, na tarde deste sábado, a ‘pole position’ para as duas corridas, a disputar hoje, domingo, da terceira jornada do Campeonato de Portugal de Velocidade by Hankook, no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão.

Tal como era previsível, o equilíbrio de andamentos voltou a ser a nota dominante de ambas as qualificações, qualquer delas muito discutida e com mudanças constantes nos primeiros lugares, sendo de salientar o facto de Daniel Teixeira (CUPRA TCR), o piloto que dominou a categoria TCR, ter garantido as duas ‘poles’, a segunda das quais por uma diferença de… 2 milésimos de segundo face ao Audi RS3 LMS de Pedro Silva.

Na primeira qualificação, pode dizer-se que foi uma surpresa o ‘tempo canhão’ conquistado por Bruno Pires, cujo Porsche 911 Cup, líder incontestado da categoria GTC, retirou o protagonismo ao McLaren 570S de Fernando Navarrete por escassos… 0.004s, vendo fugir-lhe a ‘pole’ por uma nesga.

Jorge Rodrigues, com o Audi R8 da Veloso Motorsport, impediu que a SMC Motorsport colocasse o segundo McLaren, guiado por Guillermo Aso, no ‘top 3’, enquanto Manuel Gião, no Mercedes AMG da Lema Racing, não deixou de estar em bom plano e perto dos restantes GT4.

Miguel Cristóvão, no McLaren alugado à espanhola SMC Motorsport – o carro da Araújo Competição acabou os treinos privados com o motor ‘partido’ – não conseguiu melhor que o sétimo registo absoluto.

E se Teixeira, como já foi referido, dominou na categoria TCR, o duelo entre António Coimbra (Hyundai Elantra N) e Jorge Silva (Audi RS3 LMS) foi decidido a favor do primeiro por apenas 549 centésimos.

Francisco Carvalho esteve insuperável na segunda qualificação, ao desalojar, já na parte final, Gonzalo de Andrés da ‘pole’, num duelo entre os McLaren 570S da SMC Motorsport, que teve Tomás Pintos na terceira posição e com o finlandês Elias Niskanen (Mercedes AMG) por perto.

Alvaro Fontes manteve a supremacia do Porsche 911 Cup da Fabela Sport na categoria GTC, com larga vantagem sobre o britânico Chris Hillaby (Porsche 911 Cup), e desta vez entre os TCR Pedro Silva (Audi RS3 LMS) foi mais rápido que Luís Silva (Hyundai Elantra N).