Início Mod. individuais Surf

Junior Tour: Martim Nunes e Erica Máximo sagram-se campeões

118
Martim Nunes e Erica Máximo - Projunior Aveiro 2022

Martim Nunes e Erica Máximo conquistaram, este domingo, o título nacional Sub-20 de surf, durante o dia final do Projunior Aveiro. Martim e Erica foram os surfistas mais fortes após as duas etapas realizadas no regressado Junior Tour, que não se realizava há sete anos, e foram consagrados nas ondas de São Jacinto.

O triunfo na etapa sorriu a João Mendonça e Erica Máximo, com destaque para o facto de o título feminino ter sido decidido num surf-off.

Depois de uma longa jornada no sábado, no dia inaugural do Projunior Aveiro, a acção retomou esta manhã em São Jacinto, com uma tempestade a marcar as primeiras horas da manhã.

Contudo, assim que o tempo melhorou, a prova avançou para as rondas finais e, assim, chegaram as primeiras decisões. Com a eliminação de Francisco Mittermayer na ronda 3, ainda no sábado, Martim Nunes ficou com via aberta para o título. Com a passagem às meias-finais, o jovem surfista da Praia Grande não desperdiçou a oportunidade e carimbou logo aí o título nacional Sub-20 masculino.

Estou muito feliz por este título. Foi um ano muito interessante, pois nunca tinha feito este circuito Junior Tour. Um circuito que começou com grandes ondas no Porto e Matosinhos e que consegui vencer. Agora, aqui em Aveiro, tentei não pensar no título e concentrar-me apenas em surfar.

No heat que tinha de vencer para sagrar-me campeão, sim, já estava um pouco nervoso, mas era impossível não pensar nisso. Acabei em segundo na etapa e fiquei feliz pela minha prestação. Agora, vou pensar em divertir-me no resto do ano, evoluir ao máximo o meu surf e tentar bons resultados nos próximos campeonatos, tanto no Pro Junior europeu como na Liga MEO Surf“, comentou Martim Nunes, campeão nacional Sub-20 e finalista do Projunior Aveiro.

Mas ainda havia uma vitória na etapa por discutir e Martim Nunes não baixou a guarda, tentando juntar o triunfo em Aveiro àquele que já tinha conseguido na etapa inaugural, no Porto e Matosinhos. Martim avançou até à final em São Jacinto, onde teve pela frente João Mendonça.

As duas jovens esperanças do surf nacional protagonizaram uma final muito equilibrada e emocionante, com a decisão a cair para o lado de João Mendonça, que não participou na primeira etapa, por uma diferença de apenas 0,60 pontos.

Foi muito bom conseguir este triunfo aqui, em São Jacinto. Um sítio com grande essência de surf. Já há cerca de três anos que não ganhava um campeonato, por isso foi muito bom voltar a sentir esta sensação.

Agora, o meu objectivo para o resto da temporada passa por ser seleccionado para a Selecção Nacional que vai disputar o Eurosurf Junior e ter bons resultados também nos campeonatos do QS em que entrar”, disse João Mendonça, vencedor do Projunior Aveiro.

Na prova feminina o cenário foi bem diferente, com o título a ser discutido à centésima até mesmo ao final. Com as quatro surfistas que chegaram às meias-finais a serem precisamente as mesmas que já o tinham feito na etapa inaugural, a final repetiu-se, depois de Erica Máximo ter vencido Benedita Teixeira e Maria Salgado ter superado Constância Simões.

Dessa forma, era Erica quem tinha de vencer a final para impedir o título nacional de Maria Salgado, que tinha sido a vencedora no Porto e Matosinhos.

Com muito equilíbrio entre as duas surfistas que dominaram este Junior Tour de início ao fim, desta vez, o triunfo no Projunior Aveiro acabou por sorrir a Erica Máximo, com somente 0,80 pontos a separar as duas surfistas.

Dessa forma, as contas do ranking ficaram iguais, o que obrigou à realização de um surf-off pelo título entre ambas. O equilíbrio voltou a reinar e, apesar da entrada mais forte de Maria Salgado, Erica Máximo virou as contas a seu favor com uma onda de 7,50 pontos, que lhe rendeu um triunfo por uma diferença de apenas 0,30 pontos. O suficiente para garantir o triunfo à surfista da Linha.

Foi incrível conseguir estes triunfos. Nunca tinha surfado aqui. Vim dois dias antes com o meu treinador, algo que o meu clube conseguiu proporcionar. Foi um campeonato incrível, com muito nível, ondas complicadas, mas também muito boas.

Na primeira final fui eu que comecei por cima, mas no surf-off a Maria Salgado entrou melhor. Nos últimos 10 minutos conseguiu a onda que deu o triunfo e fiquei muito contente. O meu próximo objectivo é representar a Selecção portuguesa no Eurosurf Júnior, sempre com a ambição de ganhar”, afirmou Erica Máximo, Campeã nacional Sub-20 e vencedora do Projunior Aveiro.

A 2ª e última etapa do Junior Tour foi uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, em parceria com a Câmara Municipal de Aveiro, o apoio local do Centro de Alto Rendimento de Surf São Jacinto, e o apoio técnico da Associação Desportiva e Cultural de São Jacinto e da Federação Portuguesa de Surf.

AN Surfistas