Home Mod. individuais Automobilismo

ANPAC reúne quase 150 pilotos para corridas animadas em Vila Real

CPV 1300 - Vila Real

Depois do arranque em abril, no Estoril, as três competições promovidas pela Associação Nacional de Pilotos de Automóveis Clássicos (ANPAC) tiveram a segunda prova da temporada, e um dos pontos altos do ano, no regresso do Circuito Internacional de Vila Real.

Com uma adesão histórica em competições de Velocidade sob a égide da FPAK, os campeonatos de Portugal de Clássicos, Legends e 1300 disputaram, este sábado, as primeiras corridas do fim de semana transmontano.

Bruno Pires regressa para vencer no CPV 1300

No Campeonato de Portugal de Velocidade 1300, o ex-campeão nacional Bruno Pires regressou ao Datsun 1200 para ganhar a Corrida 1, logo seguido por José Fafiães, que acumula a pontuação máxima para o CPV 1300, apesar de problemas de travões no seu Datsun.

João Braga foi 2º classificado nos H75, depois de algumas falhas no motor do seu Datsun, com Pedro Barbosa a completar o pódio após uma excelente recuperação com o Datsun 1200, que teve problemas de caixa de velocidades nos treinos.

Filipe Marques conseguiu colocar o Fiat Punto 85 no 3º lugar absoluto e na frente do Desafio ANPAC, registando ainda um tempo notável na sua melhor volta (2m38,664s). Os Punto de Tiago Silva e David Vieira completaram o pódio do Desafio ANPAC em Vila Real.

Nos Legends, triunfo para Jorge Marques e o Toyota Starlet 1300, logo na frente de Pedro Pinto (Citroën AX Sport), com Ricardo Ferrão (Opel Corsa) a completar o pódio.

Nos H71, Fernando Carneiro provou a vitalidade dos seus 79 anos com um notável 2º lugar da categoria, ao volante do Mini Cooper S, enquanto Luís Sousa Costa (Datsun 1200) também terminou no top-3.

O jovem Miguel Miguel (19 anos), a fazer a sua estreia absoluta em circuitos citadinos, levou o Austin Metro 1300 à vitória nos H81, terminando na frente de José Silva (Toyota Starlet) e de David Formigo, que venceu a Taça 1000 na primeira aparição de um Fiat Panda na grelha do CPV 1300.

O colorido do CPV Legends

A extensa grelha do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends continua a ser uma das mais diversificadas do panorama nacional. José Paulo Sousa levou o BMW E36 M3 à vitória na categoria L99 na corrida de sábado, com os BMW de António Barros e de Hugo Lisboa a completarem os três primeiros da categoria.

O local João Sousa e o Honda Integra Type R triunfaram nos L99-2000, com o piloto de Vila Real a terminar na frente de Tiago Ribeiro e José Almeida, também ao volante dos Integra Type R.

Nos L99-1600, o jovem Gonçalo Novo foi o mais forte na Corrida 1, com o Peugeot 106 da Motofil, logo seguido pelos Citroën Saxo de André Monteiro e Artur Monteiro, pai e filho, que subiram juntos ao pódio de Vila Real.

António Conceição ganhou a categoria L90, com o Mercedes 190, na frente de Paulo Teixeira (BMW 325), e Simplício Taveira (Toyota Corola) triunfou nos L90-1600, logo seguido por Sérgio Pinto (Honda Civic) e Daniel Pereira (Honda Civic).

Horst Batista, por sua vez, ganhou nos Trophy, ao volante do Renault 5 GT Turbo.

No Super Challenge, a família Barros monopolizou os primeiros lugares nos Super Trophy, com Luís Barros a impor o poderio do Ford Sierra RS500, na frente do Mercedes 190 do filho, Vasco Barros.

Hélder Moura (Volvo S60 Challenge) acompanhou a família Barros no pódio da Corrida 1. Francisco Gonçalves levou o Lotus Elise à vitória no Super Extra, com André Tavares no 2º lugar, ao volante do Honda S2000, e Pedro Lisboa (Porsche Boxster) no 3º posto.

Devido à histórica adesão à prova de Vila Real, os Super Turismos partilharam, desta vez, a grelha com o CPV Clássicos. Nessa corrida, Gonçalo Inácio foi o mais forte entre o pelotão dos Honda Civic Type R, na frente de Filipe Barreto e de Rui Gonçalves.

Joaquim Jorge lidera armada Escort no CPV Clássicos

No Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, os belíssimos Ford Escort RS dominaram as operações na Corrida 1. Depois de mais uma batalha clássica, Joaquim Jorge conseguiu vencer na frente de Rui Costa, com Rui Alves a completar o pódio dos H75.

No Grupo 1, vitória para o Escort de Ricardo Pereira, que conseguiu inclusive um top-5 à geral, com Luís Liberal (Ford Escort) e Nuno Breda (Ford Escort) a subirem também ao pódio de Vila Real. No Grupo 5, João Paulo Sousa venceu com o BMW 635 CSi, mas o jovem João Novo Jr. acumula a pontuação máxima para o campeonato, com o Escort RS.

Nos H71, o regressado João Vieira levou o Porsche 914-6 GT ao triunfo, tal como Pedro Poças (Porsche 924) nos H81. Luís Delgado, a estrear o Volvo 240 Turbo, colocou o carro sueco no 2º lugar absoluto da grelha de partida e depois venceu entre os H85.

Registo ainda para a estreia de outro Volvo 240 Turbo, de Nuno Batista, embora o piloto do Porto não tenha conseguido chegar ao fim. O mesmo acontecendo com os azarados Luís Nunes (Ford Escort), João Cruz – que trocou o habitual Ford Escort pelo Ford Anglia – e o regressado Rui Azevedo (Ford Escort).

Exit mobile version