Jogos do Mediterrâneo 2022: Portugal estreia-se com três medalhas

Liliana Cá e Luís Herédio (Treinador) - Oran 2022

O atletismo português iniciou hoje, 30 de junho, a sua prestação nos Jogos do Mediterrâneo, competição que decorre até 6 de julho, em Orã, na Argélia, com três medalhas, duas de prata e uma de bronze.

A primeira medalha conquistada foi a de bronze, por Tiago Luís Pereira, no triplo-salto. O atleta do Sporting Clube de Portugal (SCP) saltou 16,90 metros (v: +0,7 m/s), no seu último ensaio, a sua melhor marca nesta temporada.

As medalhas de prata foram conquistadas por Lorene Bazolo, nos 100 metros e por Liliana Cá, no lançamento do disco. Lorene Bazolo ganhou a sua eliminatória e fez o segundo melhor tempo das duas nos 100 metros femininos, com a marca de 11,38s (v: +0,7 m/s), apenas atrás da egípcia Basant Hemida, precisamente a vencedora da competição, com a marca de 11,10s, contra os 11,36s da portuguesa.

Liliana Cá liderava a competição ao segundo ensaio, mas a croata Marija Tolj assumiu a dianteira ao terceiro ensaio, sem que a portuguesa se desse por vencida, conseguindo o seu melhor lançamento ao quinto ensaio, com a marca de 63,62 metros, a sua melhor nesta temporada.

Nesta primeira jornada para o atletismo, de sublinhar também a prestação de Vera Barbosa, que se qualificou para a final dos 400 metros barreiras, ao terminar a sua eliminatória na terceira posição, com o tempo de 57,15s. A atleta portuguesa volta a entrar em acção amanhã, 1 de julho, às 19h15.

Também Patrícia Silva conquistou um lugar na final, mas nos 800 metros, conseguindo o sexto melhor tempo das duas eliminatórias, com a marca de 2m05,06s. A final está agendada para o dia 2 de julho, às 19h15.

Tsanko Arnaudov conquistou o 5º lugar no lançamento do peso, com a marca de 20,13 metros alcançada ao terceiro ensaio; e Etson Barros terminou os 3000 metros obstáculos na 10ª posição, com o tempo de 8m37,57s.

Delvis Santos classificou-se na quarta posição da sua eliminatória, percorrendo os 100 metros em 10,50s (v: +0,6 m/s), recorde pessoal, marca que o colocou na nona posição entre as duas eliminatórias, sem acesso à final. Rosalina Santos desistiu nos 100 metros femininos.

Amanhã, o atletismo nacional volta a entrar em acção, com Ruben Antunes a disputar o lançamento do martelo a partir das 18h00.

Resultados completos no site oficial da prova https://results.oran2022.dz/

Exit mobile version