Início Mod. individuais Ciclismo

Tour de France 2022 de fio a pavio: Em directo na Eurosport

601
Tour de France 2022

De 1 a 24 de julho realiza-se a 109ª edição da Volta a França em bicicleta, a prova ‘Rainha’ do ciclismo mundial e um dos eventos desportivos mais mediáticos do planeta.

Ao longo de três semanas, os fãs vão poder seguir, literalmente, toda a acção dos 3328 quilómetros do ‘Tour’ no Eurosport. O canal garante uma cobertura sem rival emitindo todos os dias a totalidade das etapas do quilómetro zero até à meta.

São mais de 100 horas de emissão, em directo, e com a análise de reputados especialistas internacionais como Sir. Bradley Wiggins e Alberto Contador.

Em Portugal a equipa de comentadores é composta por Luís Piçarra, Paulo Martins, Olivier Bonanici, José Azevedo, Gonçalo Moreira e Francisco Bártolo.

‘Grand Départ’ em Copenhaga

O Tour 2022 arranca em Copenhaga, capital da Dinamarca, a 1 de julho, com um contrarrelógio individual de 13 quilómetros, seguindo-se mais duas etapas planas perfeitas para os ‘sprinters’ brilharem.

Após um dia de viagem / descanso, o pelotão chega finalmente às estradas francesas a 5 de julho e rumam ao sul. Pelo caminho vão deparar-se com enormes desafios. Estradas de empedrado, ou ‘pavé’, da Paris-Roubaix, subidas duríssimas como o Col du Galibier, Col du Granon, Col du Télégraphe, La Planche des Belles Filles, Col de la Croix de Fer, Alpe d’Huez, Col d’Aubisque ou Hautacam, e um contrarrelógio final desgastante na véspera da chegada a Paris.

No meio do percurso, há tempo ainda para curtas passagens pela Bélgica e pela Suíça. Emoção não vai faltar.

Duelo de eslovenos

Tadej Pogacar, da equipa UAE, é o principal favorito à vitória. O jovem esloveno procura este ano repetir o triunfo alcançado em 2021 e alcançar assim a sua terceira vitória consecutiva no Tour.

Em 2021, Pogacar venceu categoricamente, deixando o 2º classificado, Jonas Vingegaard, a mais de cinco minutos, e o 3º, Richard Carapaz, a mais de sete.

Para este domínio, em muito contribuiu o abandono prematuro do também esloveno Primoz Roglic, um dos principais adversários de Pogacar na luta pela camisola amarela.

Roglic não superou o mau tempo da Bretanha, sofrendo duas quedas aparatosas que o levaram a desistir do Tour na primeira semana. Tanto Pogacar como Roglic somam triunfos já esta temporada e a rivalidade nas estradas francesas promete ser enorme.

Os portugueses no Tour

Entre o pelotão do Tour estarão apenas dois portugueses: Nélson Oliveira (Movistar) e Rúben Guerreiro (Education First Easypost). Se para Oliveira as expectativas são as de cumprir uma boa Volta e ajudar a sua equipa, o mesmo já não se pode dizer sobre Guerreiro.

Apesar de se estrear no Tour, o ciclista da Education First Easypost chega em grande forma e motivado para brilhar na montanha. Para além de somar no currículo a camisola azul da montanha do Giro d’Italia 2020, Guerreiro triunfou recentemente no Mont Ventoux Dénivelé Challenge, prova com 4.521 metros de acumulado de subida e com rampas entre os 5% e 10% de inclinação.

As etapas

  • Etapa 1 – 01 de julho – Copenhaga – Copenhaga – 13,2 km
  • Etapa 2 – 02 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
  • Etapa 3 – 03 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de viagem para França – 04 de julho

  • Etapa 4 – 05 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
  • Etapa 5 – 06 de julho – Lille Métropole – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
  • Etapa 6 – 07 de julho – Binche – Longwy – 220 km
  • Etapa 7 – 08 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
  • Etapa 8 – 09 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
  • Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

  • Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
  • Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
  • Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
  • Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
  • Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
  • Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

  • Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
  • Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
  • Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
  • Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
  • Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
  • Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

Conheça em detalhe as 21 equipas e 176 ciclistas que competem nesta edição do ‘Tour’ numa grande festa preparada desde Copenhaga