Início Mod. individuais Ciclismo

Nacional Estrada: Coroados 10 campeões master de contrarrelógio

78
Nacional de Estrada 2022 - Masters - Pódio Contrarrelógio

A-do-Barbas, no concelho de Leiria, recebeu na tarde deste sábado as provas de contrarrelógio do Campeonato Nacional de Estrada para masters, tendo sido coroados vencedores em dez categorias etárias.

A correr em casa, a equipa CPR A-do-Barbas / AKIplast / PVS dominou a competição na categoria de elites amadores, conseguindo as duas primeiras posições por intermédio de André Filipe, que gastou 25m47, e de Renato Macedo, que ficou a 34 segundos. O terceiro, a 46 segundos do vencedor, foi Jorge Marques (Grupo Parapedra / Dinazoo / Riomagic / CRP).

Fábio Abreu (Proteu Cycling Team / Casa do Povo da Retorta) celebrou o título em masters 30-34, com 26m29s, superiorizando-se a Fábio Oliveira por 1m18s e a André Dias (Viveiros Vítor Lourenço / Sintra C. Ciclismo) por 1m25s.

Luís Oliveira (Proteu Cycling Team / Casa do Povo da Retorta) venceu a prova de masters 35, com 25m58s, deixando André Madureira (Viveiros Vítor Lourenço / Sintra C. Ciclismo) a 24 segundos e Nelson Pinto a 1m09s.

João Mariano (Viveiros Vítor Lourenço / Sintra C. Ciclismo) impôs-se em masters 40-44, graças ao registo de 26m19s. Seguiram-se José Leite (CPR A-do-Barbas / AKIplast / PVS), a 6 segundos, e Hugo Moreira, a 14 segundos.

Octávio Cardoso (BlackBulls / CNI / Neutura) ganhou o contrarrelógio de masters 45, terminando com 27m15s, menos 25 segundos do que Marco Macedo (BTT Gardunha / Fundão / Create) e menos 52 segundos do que Pedro Silva (CE Gonçalves / Azeitonense), que também subiram ao pódio.

Alberto Amaral (Discover Melgaço / UC Melgaço e Ponte da Barca) bateu toda a concorrência de masters 50-54, com um registo de 25m45s, o melhor tempo entre os participantes das várias categorias. O segundo melhor foi Duarte Azenha (Vulcal / Centro Ciclista do Centro), a 2m27s, tendo Mário Fernandes (Rodabike / ACRG / Gondomar) fechado o pódio, a 2m58s.

Fernando Gonçalves (CTM-Vila Pouca / Cepsa Casa Lima Chaves) triunfou em masters 55, cruzando a meta com 28m37s, menos 18 segundos do que Vítor Lourenço (Viveiros Vítor Lourenço / Sintra C. Ciclismo) e menos 55 segundos do que Reinaldo Luís (Róódinhas / Master Vantagem).

O título de masters 60-64 foi para José Ferreira (CTM-Vila Pouca / Cepsa Casa Lima Chaves), com 28m36s, depois de bater Joaquim Pinto (Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel), que ficou a 59 segundos, e João Pinto (Boavista / Servigás / Nast), que gastou mais 1m42s.

Vítor Graça (20 km Almeirim / Restaurante O Forno) sagrou-se campeão de masters 65, com 31m03s. Carlos Pereira (24 horas Altimetria/Ontrack) foi segundo, a 2m18s, e João Damas fechou o pódio, a 2m38s.

O melhor master 70 foi Manuel Domingos (Vertentability / CRG), com 32m02s, seguido por Manuel Pontes (Póvoa Cycling Academy / CDC Navais), a 29 segundos, e por Augusto Guerreiro (Despertar Sporting Clube), a 3m15s.

O programa do Campeonato Nacional de Estrada para Masters completa-se neste domingo, dia das provas de fundo, que também se realizam em A-do-Barbas.

Os participantes desde a categoria de elite até master 35 vão pedalar ao longo de 143,5 quilómetros. Os masters 40 e 45 enfrentam 116,6 quilómetros, a prova de masters 50 e 55 tem 84,8 quilómetros, enquanto os maiores de 60 vão pedalar ao longo de 63,6 quilómetros. O tiro de partida será às 10h00.

FP Ciclismo