Início Mod. individuais Fórmula 1

Fórmula 1: Resumo da Qualificação para o GP do Canadá em Montreal

11
Max Verstappen - Fórmula 1

O piloto neerlandês Max Verstappen (Red Bull) conquistou ontem a segunda ‘pole-position’ da temporada, 15ª da carreira, ao ser o mais rápido na qualificação para o Grande Premio do Canadá de Fórmula 1.

Verstappen fez a sua melhor volta em 1.21,299 minutos, deixando o espanhol Fernando Alonso (Alpine) em segundo lugar, a 0,645 segundos, com o também espanhol Carlos Sainz (Ferrari) em terceiro, a 0,797.

Há dez anos que Fernando Alonso não conseguia estar na primeira linha da grelha (a última vez foi com a Ferrari no GP da Alemanha de 2012).

Tem sido um fim de semana incrível para nós. Com estas condições molhadas, senti-me superconfortável com o carro”, explicou Alonso, prometendo “atacar” Max Verstappen “na primeira curva”.

A chuva que ontem se abateu sobre o circuito de Montreal, no Canadá, já tinha afectado os terceiros treinos livres.

Max Verstappen foi quem melhor se deu com as condições difíceis, que provocaram muitas saídas de pista, incluindo a do mexicano Sérgio Pérez (Red Bull), no início da Q2 (a segunda de três fases da qualificação), que provocou uma interrupção na sessão para retirar o carro das barreiras.

Mantivemo-nos calmos com estas condições difíceis e não cometemos erros”, disse o neerlandês.

Assim, Verstappen acaba por ter uma oportunidade de ouro para cimentar ainda mais a liderança do campeonato, pois o seu principal adversário, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), vai partir da cauda do pelotão, depois de ter mudado o motor do seu Ferrari.

Leclerc só terá atrás de si o japonês Yuki Tsunoda (Alpha Tauri), que também mudou componentes no seu carro.

O piloto monegasco ainda participou na Q1, garantindo a passagem à Q2 como um dos 15 melhores, o que o colocou na frente de Tsunoda.

Sem mais a ganhar, a Ferrari optou por não voltar a sair para a pista.

O britânico Lando Norris (McLaren) também já não regressou, depois da interrupção provocada pelo acidente de Pérez na Q2 devido a um problema de motor identificado pela equipa.

Na derradeira fase da sessão, quase todos os pilotos optaram pelos pneus intermédios, à excepção do britânico George Russell (Mercedes), que, com a pista a secar em alguns locais, arriscou com pneus lisos macios (slicks), mas não conseguiu manter o carro em pista, terminando em oitavo.

O seu companheiro de equipa, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) fez a melhor qualificação do ano, ao terminar na quarta posição, a 1,592 segundos de Verstappen.

O dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) e o alemão Mick Schumacher (Haas) foram quinto e sexto, respectivamente, com o filho do sete vezes campeão do mundo a fazer a melhor qualificação da sua carreira.

O GP do Canadá é a nona corrida da temporada.

Max Verstappen chega como líder do campeonato, com 150 pontos, mais 21 do que o seu companheiro de equipa, Sérgio Pérez, e mais 34 do que Leclerc.

Lusa