Início Extra Competição

Cristiano Ronaldo eleito Jogador do Ano pelos adeptos do United

91
Cristiano Ronaldo

O internacional português Cristiano Ronaldo foi eleito ‘Jogador do Ano’ pelos adeptos do Manchester United, igualando o recorde de quatro distinções do guarda-redes espanhol David de Gea, revelou hoje o clube da Liga inglesa de futebol.

Na sua primeira passagem pelo United, Ronaldo conquistou o cobiçado galardão em três épocas – 2003/04, 2006/07 e 2007/08. Após um impressionante regresso a Old Trafford, os fãs votaram no ícone português para receber este troféu”, destacam os ‘red devils’ no seu sítio oficial na Internet, notando que De Gea é o único outro jogador do clube a ter quatro ‘estatuetas Sir Matt Busby’.

O clube inglês, no qual alinham os também lusos Bruno Fernandes e Diogo Dalot, destaca os feitos da temporada do futebolista português, que marcou 24 golos em todas as competições e “desafiou todos os que duvidaram” que poderia exibir-se ao mais alto nível no futebol inglês, após “as suas longas passagens por Espanha e Itália”.

Cristiano protagonizou numerosas performances decisivas para os reds durante a temporada”, prossegue o comunicado, no qual o Manchester United elenca os 18 golos de Ronaldo na Premier League, ou os seis golos na Liga dos Campeões, que “demonstraram novamente a sua capacidade para atuar ao mais alto nível no futebol de clubes”.

As distinções individuais não são estranhas para o vencedor de seis Bolas de Ouro, e o prémio anual hoje anunciado foi antecedido de cinco escolhas como ‘Jogador do Mês’” durante a época 2021/22, nomeadamente em setembro, outubro, março, abril e maio, nota ainda o emblema inglês.

Cristiano Ronaldo, de 37 anos, regressou no verão passado ao Manchester United, no qual alinhou entre 2003 e 2009, tendo conquistado uma Liga dos Campeões, três campeonatos, um Mundial de Clubes, uma Taça de Inglaterra, duas Taças da Liga inglesa e uma Supertaça.

O futebolista português, que tinha chegado aos ‘red devils’ proveniente do Sporting, rumou depois ao Real Madrid, clube no qual alinhou durante quase uma década, entre 2009 e 2018, alcançando quatro ‘Champions’, três Mundiais de Clubes, dois campeonatos, duas Taças do Rei, três Supertaças europeias e duas Supertaças de Espanha.

Seguiu-se a experiência na Juventus, desde 2018, tendo vencido dois campeonatos, uma Taça de Itália e duas Supertaças italianas.

Esta época, os ‘red devils’ terminaram a Liga inglesa na sexta posição.

Lusa