Início Mod. individuais Ténis

Djokovic, Nadal, Alcaraz passam aos 8ºs de final em Roland Garros

10
Roland Garros

O tenista sérvio Novak Djokovic, campeão em título e número um mundial, e os espanhóis Rafael Nadal e Carlos Alcaraz acederam ontem facilmente aos oitavos de final de Roland Garros, segundo ‘major’ da temporada, a decorrer em Paris.

Numa jornada em que os principais favoritos foram chamados ao pó de tijolo, o primeiro a entrar em acção foi o tenista de Belgrado, que eliminou no ‘court’ Philippe Chatrier o esloveno Aljaz Bedene, por 6-3, 6-3 e 6-2, para registar a sua oitava vitória consecutiva, após conquistar o seu 38º título Masters 1.000 em Roma, estabelecendo um novo recorde.

Djokovic, a jogar pela 18ª vez na catedral da terra batida, onde há um ano bateu o grego Stefanos Tsitsipas para alcançar o seu segundo troféu do ‘major’ francês, disparou 30 ‘winners’ contra apenas 18 erros não forçados para, ao fim de uma hora e 45 minutos, marcar encontro com o argentino Diego Schwartzman, responsável pela derrota do búlgaro Grigor Dimitrov, pelos parciais de 6-3, 6-1 e 6-2.

Assim como o sérvio, de 35 anos, o esquerdino de Manacor, Rafael Nadal, fez questão de mostrar ao neerlandês Botic van de Zandschulp, 29º classificado na hierarquia ATP, os argumentos que o levaram a vencer 13 vezes em Roland Garros e, pelos parciais de 6-3, 6-2 e 6-4, assegurou mais um triunfo fácil.

Hoje, foi um bom teste, e um teste muito positivo, porque fui capaz de jogar, sem dúvida, o meu melhor encontro até ao momento. Durante dois ‘sets’ e meio joguei a um nível muito positivo”, explicou o número cinco mundial.

A jogar pela primeira vez no ‘court’ Suzanne Lenglen desde a terceira ronda de 2021, Nadal, que perdeu 20 jogos em nove ‘sets’, afastou o adversário, de 26 anos, para agendar duelo na fase seguinte com o canadiano Félix Auger-Aliassime (9º), que conta com o tio do espanhol, Toni Nadal, na sua equipa técnica.

Já falei com o meu tio Toni depois do encontro. Para mim, é muito simples. Ele é meu tio. Não creio que ele queira que eu perca, mas ele é profissional e está com outro jogador.

Não sei o que vai acontecer, se vai ficar na ‘box’ ou não, mas não importa. Não tenho problema nenhum com isso. Portanto, não há história”, frisou Rafael Nadal.

No caso de vencerem os respectivos encontros dos oitavos de final, Djokovic e Nadal vão medir forças nos ‘quartos’.

Missão mais complicada foi a do alemão Alexander Zverev, terceiro colocado no ‘ranking’ mundial, embora também tenha conseguido afastar o norte-americano Brandon Nakashima em três partidas, mas com parciais mais equilibrados e 50 erros não forçados.

Depois de se impor por 7-6 (7-2), 6-3 e 7-6 (7-5), em duas horas e 48 minutos, o germânico e semifinalista do torneio francês do Grand Slam vai defrontar na quarta ronda o espanhol Bernabe Zapata Miralles (131.º), que ultrapassou o norte-americano John Isner, 23º cabeça de série, em cinco ‘sets’, por 6-4, 3-6, 6-4, 6-7 (5-7) e 6-3.

No encontro de encerramento da sessão nocturna no Philippe Chatrier, entre os dois finalistas das NextGen ATP Finals 2021, levou a melhor Carlos Alcaraz, de 19 anos, sobre o norte-americano Sebastian Korda, de 21 anos, por 6-4, 6-4 e 6-2, ao cabo de duas horas e seis minutos.

Graças à vitória, o sexto colocado no ‘ranking’ mundial vai defrontar nos oitavos de final o russo Karen Khachanov (25º), carrasco do português Nuno Borges na estreia em Roland Garros, que hoje derrotou o britânico Cameron Norrie, número 10 do mundo, por 6-2, 7-5, 5-7 e 6-4.

Na competição feminina, a canadiana Leylah Fernandez, vice-campeã do Open dos Estados Unidos, bateu a suíça Belinda Bencic, número 14 do mundo, em três partidas, com os parciais de 7-5, 3-6 e 7-5, enquanto a norte-americana Coco Gauff confirmou o seu favoritismo ante Kaia Kanepi, da Estónia, por 6-3 e 6-4.

A suíça Jil Teichmann (24ª WTA) surpreendeu, por sua vez, a bielorrussa Victoria Azarenka (15ª), por 4-6, 7-5 e 7-6 (10-5), e Aliaksandra Sasnovich (47ª), natural de Minsk, colocou um ponto final no percurso da alemã Angelique Kerber (17ª), que bateu por 6-4 e 7-6 (7-5).

Lusa