Início Mod. individuais Motociclismo

Marc Garcia bate Di Sora sobre a meta na Corrida 1 de SSP300 no Estoril

15
Marc Garcia - World SBK 2022 - Estoril

Marc Garcia (Yamaha MS Racing) conquistou a segunda vitória da temporada e com ela a liderança do Campeonato WorldSSP300. Isto após uma longa batalha com Samuel Di Sora (Equipe Líder Flembbo) na Corrida 1 da Ronda do Estoril.

A dupla rapidamente se separou do grupo perseguidor, e a batalha pela vitória resumiu-se à corrida até a linha de meta na última volta, com apenas 0,041s a separar os dois pilotosno final das 12 voltas.

Tanto Marc Garcia quanto Di Sora conseguiram ganhar vantagem sobre os restantes pilotos, com Di Sora a usar o cone de ar para passar Garcia na recta da meta, para logo Garcia fazer o mesmo e ganhar vantagem na travagem para a curva 1 e ultrapassando quase sempre o francês por dentro.

Este foi o padrão até às duas voltas finais, quando Di Sora atacou na curva 6 na volta 11. Garcia respondeu na curva 1 na volta final antes de Di Sora fazer uma ultrapassagem na curva 3 para a liderança.

Apesar de se ter afastado no sector final, Garcia usou o ‘slipstream’ novamente para vencer de Di Sora por apenas 0,041s.

A vitória de Garcia coloca o piloto espanhol a par de Scott Deroue e Adrian Huertas no top-3 dos pilotos com mais vitórias na classe – precisamente seis.

Significa também a conquista da 15ª vitória da Yamaha e a 28ª vitória da Espanha no WorldSSP300. O pódio de Di Sora deu à Kawasaki o 120º pódio no WorldSSP300 e ao francês o nono, colocando-o empatado com o campeão de 2019 Manuel Gonzalez.

Detentor da pole, Yuta Okaya (MTM Kawasaki) conquistou o terceiro lugar depois do desempenho incrível na Superpole, onde quebrou o recorde da volta do circuito, garantindo assim o seu sétimo pódio no WorldSSP300.

Okaya terminou com uma margem superior a um segundo sobre Victor Steeman (MTM Kawasaki) que terminou em quarto lugar, mas que teve que se defender de muitos pilotos que o perseguiam.

Bruno Ieraci (Prodina Racing WorldSSP300) foi quinto, mas apenas 0,034s atrás de Steeman, enquanto Alvaro Diaz (Arco Motor University Team), ficava uns meros 0,006s atrás.

A corrida 1 foi um regresso épico para Lennox Lehmann (Freudenberg KTM – Paligo Racing) que saído do 23º conquistaria o sétimo lugar. O estreante Matteo Vannucci (AG Motorsport Italia Yamaha) ficou em oitavo lugar nesta sua primeira época.

Tanto Ruben Bijman (MTM Kawasaki) como Dirk Geiger (Fusport – RT Motorsports by SKM – Kawasaki) sofreram penalizações, com Bijman a necessitar de cumprir uma dupla volta longa e Geiger, por andar lento também a ser obrigado a uma volta longa, tendo ainda assim ambos conquistado o nono e décimo lugar respectivamente, com Geiger apenas 0,039s atrás de Bijman.

Alex Millan (SMW Racing), regressado de uma lesão, terminou apenas a 0,012s, fora dos dez primeiros (11º lugar), à frente de Kevin Sabatucci (Kawasaki GP Project) que teve uma passagem pela gravilha na volta 5, depois de ser surpreendido por um acidente que envolveu Inigo Iglesias (SMW Racing) na curva 2, atrasando o italiano.

Alessandro Zanca (Kawasaki GP Project) igualou o seu melhor resultado no WorldSSP300 com o 13º lugar, apenas a um décimo do seu companheiro de equipa, com Marco Gaggi (Vinales Racing Team) em 14º e o wildcard Dinis Borges (Rame Moto Racing) a garantir o ponto final na sua aparição como wildcard, afastando Fenton Seabright (Vinales Racing Team) por apenas 0,045s.

Enzo Valentim Garcia (AD78 Team Brasil pela MS Racing) largou em último, por não ter conseguir marcar qualquer tempo na Superpole, e lutou até ao 18º lugar, embora tivesse chegado a andar entre os dez primeiros.

Tudo isto, com o piloto brasileiro, que substituiu Ton Kawakami, a mostrar potencial num dia desafiante. Valentim Garcia competiu em 2022 na Yamaha R3 European Cup, tendo conquistado três pódios e duas vitórias em quatro corridas até agora.

Tomás Alonso (Quaresma Racing Team) e Yeray Saiz Marquez (Accolade Smrz Racing) envolveram-se na curva 1, com Alonso a abandonar após o acidente, com Saiz Marquez a ser capaz de reintegrar a corrida e terminar em 29º lugar.

Inigo Iglesias (SMW Racing) abandonou na volta 5 após um acidente na curva 2. Harry Khouri (Equipe #109 Kawasaki) abandonou a corrida depois de sofrer um problema técnico já quase no final da corrida.

World SBK