Home Adaptado

Taça do Mundo 2022: Luís Costa foi 8º na prova de fundo em Ostende

Luís Costa - Paraciclista

Luís Costa foi hoje o oitavo classificado na prova de fundo de classe H5 na corrida pontuável para a Taça do Mundo de Paraciclismo, em Ostende, Bélgica.

Numa jornada competitiva fortemente endurecida pelo vento, Luís Costa foi um dos 18 corredores que competiram ao longo de 81,6 quilómetros na prova de fundo de classe H5.

Os neerlandeses dominaram a corrida, com dois representantes dos Países Baixos a destacarem-se de toda a concorrência e a chegarem juntos à meta, depois de cumpridas 2h12m11s.

Tim de Vries foi o primeiro e Mitch Valize o segundo. Na terceira posição, a 7m30s, chegou Loic Vergnaud. Luís Costa seria o oitavo classificado, a 9m34s do vencedor.

Os paraciclistas de classe H4 também completaram 81,6 quilómetros. No pelotão de 26 elementos estavam os portugueses Flávio Pacheco, pela Selecção Nacional, e Carlos Neves, a correr como individual.

Flávio Pacheco foi o melhor de ambos, terminando na 15ª posição, a 15m15s do belga Jonas van de Steene, que venceu isolado, com menos 23 segundos do que o francês Joseph Fritsch e o suíço Fabian Recher, segundo e terceiro, respectivamente. Carlos Neves foi o 19º, a 17m01s.

A ronda belga da Taça do Mundo de Paraciclismo termina neste domingo. A Selecção Nacional estará representada por Bernardo Vieira, na classe C1, e por Telmo Pinão, em C2.

Os dois paraciclistas vão enfrentar os 81,6 quilómetros das respectivas provas de fundo, marcadas para as 15h45.

FP Ciclismo

Exit mobile version