Início Mod. individuais Automobilismo

Single Seater Series 2022: Jornada inaugural no Estoril marcada por corridas emotivas

19
Single Seater Series 2022 - Circuito Estoril

As Single Seater Series, único troféu de monolugares em Portugal, tiveram no último fim de semana, no Circuito do Estoril, a jornada inaugural da época de 2022. Um evento em que os icónicos fórmulas, revestidos de história do automobilismo mundial, desafiaram os limites no icónico circuito português.

Um evento em que Fernando Cordeiro, piloto que é novidade no plantel da competição, se apresentou ao volante de um Fórmula Novis, assinando o melhor tempo nos treinos cronometrados na Fórmula Livre.

Um desempenho igualado por António Correia, com o seu Funspeed FS 2019, na Fórmula Mais, e por Miguel Abreu, conhecido por Al Capone, na Fórmula Renault, ao volante de um Fórmula Renault 2.0.

Também com um ritmo forte, Vítor Sampaio impôs o seu Vector MG01 à concorrência da classe ZT.

Uma sessão marcada pelas ausências de Rui Maia, que viu o motor do seu Fórmula Renault 2.0 ceder durante os treinos de sexta-feira e de Paulo Vieira, devido a problemas com a correia da bomba de óleo do Van Diemen JR 16V durante os treinos livres, que viriam a comprometer a participação na prova. Filipe Graça foi ausência notada, devido a problemas físicos.

Na corrida 1, Fernando Cordeiro voltou a mostrar um grande ritmo e foi o primeiro a cortar a meta, assinando o triunfo na Fórmula Livre com o seu monolugar.

Em plano de destaque esteve também António Correia. O piloto, que é duplo vencedor da PT (2019 e 2021) e que este ano se estreia na nova Fórmula Mais, começou a época da melhor forma, com o triunfo na primeira corrida da jornada, seguido do estreante João Telo, que também alinhou com um Funspeed FS 2019.

Na Fórmula Renault foi ‘Al Capone’ quem dominou as operações. Uma importante vitória no arranque de uma época em que o piloto, aos comandos de um Fórmula Renault 2.0, aponta à revalidação do título na classe.

Já na ZT, Pedro Rodrigues, que regressou esta época à competição, apresentou-se em grande plano, vencendo a classe ao volante do Swift ST97, na frente de Vítor Sampaio, num Vector MG01, e de Rui Silva, aos comandos de um Mygale SJ04.

A emoção e nostalgia dos fantásticos monolugares voltou a sentir- se no Circuito Estoril, com a entrada do pelotão em pista para o derradeiro desafio da jornada, a corrida 2.

Uma prova em que Fernando Cordeiro imprimiu um fabuloso ritmo com o seu Fórmula Novis, assinando o melhor tempo do fim de semana e alcançando a segunda vitória no Estoril, num evento em pleno para o piloto.

Uma satisfação partilhada por António Correia, que levou o seu Funspeed FS 2019 ao triunfo na Fórmula Mais, seguido de João Telo, que alcançou o segundo pódio da carreira.

Um desafiante evento ao cronómetro onde ‘Al Capone’ voltou a levar o seu monolugar à vitória na Fórmula Renault. Já na classe ZT, Rui Silva, que partiu da terceira posição, conquistou a primeira vitória da carreia, com o Mygale SJ04, com António Rodrigues, no Swift ST97, a ser segundo.

Uma corrida em que Vítor Sampaio não alinhou, devido a problemas de diferencial no Vector MG01.

Uma jornada em pleno para Fernando Cordeiro, que assinou a pole-position e duas vitórias na Fórmula Livre.

Diverti-me bastante, que era o principal objectivo. O Fórmula Novis portou-se exemplarmente, um carro que tem 22 anos e que apresenta uma performance inacreditável. Estou muito satisfeito.”

Um desempenho replicado por António Correia na Fórmula Mais.

Faço um balanço bastante positivo. O carro mostrou-se competitivo e com margem para evoluir, e permitiu-me realizar corridas consistentes e sem quaisquer problemas mecânicos, o que a juntar às vitórias na classe, é excelente.

Um jornada que ‘Al Capone’ concluiu também com nota máxima na Fórmula Renault.

Foi um bom evento, no qual dei continuidade à minha evolução enquanto piloto. Consegui bater o meu recorde pessoal e ganhei a classe. Por isso, correu tudo bem.

Também Pedro Rodrigues, na classe ZT, esteve em grande.

O objectivo principal era divertir-me e isso foi amplamente conseguido. Ganhar foi um bónus e deixa-me muito feliz.”

Na mesma classe, Rui Silva protagonizou um fim de semana de excelente memória.

Estou extremamente satisfeito por ter alcançado a minha primeira vitória na classe ZT, na corrida 2, na qual consegui gerir a vantagem na frente. Foi muito bom.”

Uma jornada que assinalou o arranque de época das Single Seater Series ao melhor nível, num fim de semana que à acção em pista se juntou a muita animação proporcionada no paddock, no âmbito do Estoril Racing Kickoff, que marcou o arranque da época desportiva das competições de velocidade em Portugal.

Um paddock revestido de emoção para a qual contribuíram as presenças do Street Attack Lisbon, no sábado, e do Sintra Clássicos, no domingo, a par de um espaço AMG com test-drives exclusivos realizados pela C. Santos VP, que tiveram casa cheia ao longo dos dois dias.

Um leque de atividades único, que teve uma fantástica resposta por parte do público, que marcou presença em força no Circuito do Estoril. O resultado de um trabalho colectivo que o responsável máximo da Motor Sponsor, André Marques, sublinha.

Foram milhares as pessoas que marcaram presença no autódromo, que proporcionou um leque dinâmico de atividades que fizeram toda a diferença. Foi sem dúvida um excelente kickoff da velocidade nacional, que superou as nossas expectativas, e, por isso, a satisfação e o sentimento de dever cumprido são totais”.

FPAK