Início Mod. individuais Ciclismo

Troféu Anadia 2022: Irmãos Oliveira conquistam vitória na prova de Madison

75
Ivo e Rui Oliveira - Troféu Anadia 2022 - Madison

Os ciclistas portugueses mostraram grande qualidade neste último dia de competição do Troféu Internacional Município de Anadia, no Velódromo de Sangalhos, com destaque para Ivo e Rui Oliveira que alcançaram a vitória no madison.

O último dia de competição no Velódromo de Sangalhos, em Anadia, permitiu somar mais três pódios entre os corredores portugueses em competição nas várias provas a serem disputadas.

Ivo e Rui Oliveira mostraram a sua superioridade na prova de Madison, na qual representaram a selecção nacional. Os gémeos Oliveira somaram 32 pontos, mais um ponto apenas do que os corredores dos Países Baixos Yoeri Havik e Vincent Hoppezak (Beat Cycling), que terminaram na segunda posição.

A fechar o pódio, estiveram Thomas Boudat e Louis Pijourlet (Selecção Francesa), que conquistaram 29 pontos, depois de se destacarem na parte final da corrida, subindo assim na classificação.

No sector feminino da prova de madison foram Gulnaz Khatuntseva e Diana Klimova (Maraton-Tula Cycling) a conquistar a vitória, com 24 pontos, o mesmo número de pontos que Lonneke Uneken e Maike Van Der Duin (Selecção dos Países Baixos), que fecharam o último sprint numa posição mais atrasado do que as russas, perdendo assim o primeiro lugar.

Sophie Lewis e Pfeiffer Georgi (Selecção da Grã-Bretanha) somaram 19 pontos, que lhes garantiram a terceira posição.

Os corredores de resistência da categoria elite disputaram ainda a prova de scratch, sendo que no sector masculino Philip Heijnen (Dutch National Team U23) superiorizou-se, garantindo a vitória após ter ganho uma volta aos restantes.

Rodrigo Caixas (LA Alumínios/Credibom/MarcosCar) lançou-se ao ataque na parte final da prova para conquistar o segundo lugar, na frente de Roy Eefting (Allinq Cycling Team).

Já no scratch feminino, foi a corredora dos Países Baixos Lonneke Uneken (SD Work) a destacar-se, vencendo a prova na frente de Sophie Lewis (Team Breeze) e Maike Van Der Duin (Drops).

Ainda na categoria elite, mas no sector da velocidade, estiveram em prova os atletas de keirin. À partida para esta prova no sector masculino um dos favoritos era Jack Carlin (Team Inspired).

No entanto, depois de ter lançado o sprint, o seu colega de equipa, Joseph Truman, avançou e foi ele a superiorizar-se e a alcançar a vitória.

Surpreendido por Truman, Jack Carlin deixou ainda passar Vasilijus Lendel (Lithuanian National Team), que segurou assim o segundo lugar na frente do britânico.

Já no keirin feminino, Laurine Van Riessen (Beat Cycling) conseguiu derrotar a superioridade russa que se tinha verificado até ao momento, ficando com a vitória desta prova.

Anastasiya Sukhareva (Sestroretsk) foi segunda e Ekaterina Gnidenko (Sestoretsk) fechou o pódio em terceiro.

Os corredores júniores também marcaram presença no dia de ontem, tanto no sector feminino como no masculino, na prova de scratch e na corrida por pontos.

No scratch masculino foi Justus Willemsen (Ar&tv De Adelaar) a vencer, um corredor que já no dia anterior tinha mostrado estar entre os melhores desta competição.

O segundo foi Aaron Merenciano (Infinobras-Safiro Team) e o terceiro o grego Miltiadis Charovas (Volos).

Já em júniores femininos, Heidi Gaugain (Team Ose Paracycling) mostrou grande qualidade perante o restante pelotão, que não conseguia acompanhar a corredora francesa nos seus ataques.

Ane Mazon (Euskadi Selekzioa) foi segunda, com a portuguesa Laura Simão (5 Quinas-Município de Albufeira) a fechar o pódio na terceira posição.

A corrida por pontos de júniores masculinos foi bastante movimentada, com vários ataques e alguns corredores a conseguirem ganhar voltas, somando assim 20 pontos.

No caso de Yago Aguirre (Inguruko Db Tx.) foram duas voltas ganhas, o que lhe permitiu somar um total de 43 pontos. O segundo classificado foi Zac Erzen (Eslovenia), com 35 pontos, o mesmo corredor que tinha anteontem vencido a prova de omnium.

Beãt Garaiar (Euskadi Selekzioa) fechou na terceira posição, com 33 pontos. Destaque ainda nesta prova para o melhor português, João Martins (Póvoa Cycling Academy-CDC Navais), que terminou no quinto lugar, apenas a 5 pontos do terceiro.

No sector feminino, tornou a ser Heidi Gaugain (Team Ose Paracylcing) a superiorizar-se, não dando qualquer hipótese às adversárias, fazendo um autoritário somatório de 51 pontos.

Ane Mazon (Euskadi Selekzioa) foi segunda, com 20 pontos e Arene Perez (Euskadi Selekzioa) fechou o pódio com 11 pontos.

FP Ciclismo