Início Mod. colectivas Andebol

Portugal vence Áustria no 2º jogo particular em Viena

63
Portugal x Áustria - Particular Viena 2021

Portugal voltou a vencer a Áustria pela margem mínima num jogo marcado pela forte reacção lusa na segunda parte; Golo da vitória aconteceu na sequência de uma jogada aérea nos últimos segundos.

Em mais uma partida de emoções fortes, Portugal voltou a vencer a Áustria no segundo e último jogo particular realizado na capital, Viena.

Contrariamente ao que aconteceu no primeiro encontro entre as duas selecções, na passada quinta-feira, a equipa portuguesa apresentou um sistema defensivo 5×1 e um sete inicial composto por Isabel Góis, Carolina Monteiro, Anaïs Gouveia, Ana Carolina Silva, Beatriz Sousa, Patrícia Lima e Bebiana Sabino.

A Áustria cedo mostrou que queria ‘vingar’ a derrota no jogo passado e chegou, rapidamente, ao 4-1 ainda dentro dos primeiros três minutos de jogo. A intensidade defensiva de Portugal não chegava para assustar o adversário, que ia conseguindo finalizar em transição, com desfecho nas pontas.

Aos nove minutos, apareceu a primeira exclusão do encontro, pertencente a Portugal, e a partir desse momento a Áustria foi ainda mais superior, apontando um parcial de 3-0, colocando o marcador em 10-5, e José António Silva viu-se forçado a colocar time-out.

No entanto, a formação lusa continuava a perder alguns ataques devido a faltas técnicas e perto dos cinco minutos finais da primeira parte surgiu a maior vantagem registada até então, de sete golos, favorável às austríacas (16-9). Um curta reacção de Portugal sentenciou o 16-11 com que o jogo seguiu para o intervalo.

O descanso fez bem à Selecção Nacional, que entrou com um ‘chip’ totalmente renovado. José António Silva fez entrar Sandra Santiago e Neide Duarte, em estreia no jogo, e foi mesmo a jovem ponta-direita do Madeira SAD que começou um contundente parcial de 0-4, que voltou a encurtar distâncias até à margem mínima (16-15) e aumentou consideravelmente a moral da equipa.

Em evidência na etapa complementar esteve também Isabel Góis, dona da baliza durante os 60 minutos, que ajudou à grande recuperação lusa, e teve o primeiro momento alto ao minuto 40, quando o empate chegou, a 19 golos, com assinatura de Maria Pereira – uma das melhores marcadoras da equipa portuguesa com cinco golos, a par de Patrícia Lima.

O segundo momento alto do jogo luso aconteceu a oito minutos do final, quando Maria Pereira, de novo, colocou Portugal a vencer pela primeira vez (24-25) após algumas ocasiões desperdiçadas.

Seguiu-se um período de muito equilíbrio até surgir o terceiro e último momento de relevo, que acabou por ser o maior de todos: com o jogo empatado a 20 segundos final, o seleccionador nacional pediu time-out e preparou a machadada final e tudo saiu como previsto.

Uma jogada aérea finalizada com sucesso por Patrícia Lima após passe de Mégane Ribeiro, nos últimos segundos, deu a vitória a Portugal por 30-31. E a festa foi inevitável após a buzina.

FP Andebol