Início Mod. individuais BTT

Nacional de XCM: Bruno Sancho e Melissa Maia vencem Maratona BTT em Mortágua

93
Melissa Maia - Nacional de XCM 2021 - Mortágua

Bruno Sancho (Korpo Activo/Penacova) conquistou em casa o título de campeão nacional de Maratona BTT (XCM), que se disputou em Mortágua.

No sector feminino foi Melissa Maia (Team Farto/BTC) a sagrar-se campeã nacional.

Hoje foi dia de coroar os campeões nacionais de Maratona BTT (XCM), em Mortágua, numa prova que ficou marcada pelo mau tempo. A chuva e o frio, que se fizeram sentir durante todo o dia, levaram a que os atletas tivessem de enfrentar um percurso muito mais complicado, com água e lama à mistura.

No sector masculino, a dureza da prova acabou por ir partindo o pelotão, deixando um grupo reduzido de corredores na frente da corrida. Entre eles estava Tiago Ferreira (DMT Racing Team) que tinha conseguido recuperar depois de furar logo na fase inicial.

O azar acabaria por lhe voltar a bater à porta, que tornou a furar durante a segunda de três voltas ao percurso e a não concluir a prova.

Após o abandono de Tiago Ferreira, restaram apenas quatro corredores na frente da corrida, entre eles Bruno Sancho (Korpo Activo/Penacova) que atacou na fase final, seguindo isolado até à linha de meta.

Roberto Ferreira (DMT Racing Team) foi segundo, a 4m12s do vencedor, com Andrew Henriques (BTT Loulé/Elevis) a fechar o pódio na terceira posição, a 14m28s

Melissa Maia (Team Farto/BTC) dominou a prova feminina, depois de ter atacado ainda a meio da primeira volta. A corredora conseguiu ganhar uma vantagem confortável sobre as adversárias e seguiu a solo até ao final.

Ana Antunes (Ser e Parecer Publicidade – Cycling Project) foi segunda, a 15m22s de Melissa Maia e, logo a seguir, foi a vez de Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elevis) cortar a meta, em terceiro, a 15m41s.

Nas categorias de veteranos masculinos impuseram-se o master 30 Filipe Ramos (Guilhabreu BTT), o master 35 José Lourenço (SPAC BTT), o master 40 Nuno Inácio (BTTGardunha/Fundão/Create), o master 45 Pedro Dias (SPAC BTT), o master 50 Carlos Soares (SAERTEX Portugal/Edaetech), o master 55 Fernando Gonçalves (CTM-Vila Pouca/CEPSA Casa Lima Chaves), o master 60 Rui Bacharelnorte (Individual) e o master 65 Carlos Correia (BTT Loulé/Elevis).

Já no sector feminino, o destaque vai para a master 30 Lurdes Gonçalves (Clube de Ciclismo de Castelo Branco), a master 40 Raquel Santos (BTT Seia) e para a master 50 Filomena Paulo (Róódinhas/Santos Silva).

Nas bicicletas de assistência eléctrica foram Andreia Dias (Efapel-Escola de Ciclismo de Águeda) e Carlos Brás (Golden Club Cabanas/Núcleo Sporting CP de VRSA) a sagrarem-se campeões nacionais.

Na categoria de paraciclismo, na classe C foi José Castanheira (BTT Serra do Açor) a conquistar o título de campeão nacional. Já na classe D, a vitória foi para Tiago Craveiro (Individual).

O BTT Loulé/Elevis venceu a classificação por equipas.

FP Ciclismo