Início Mod. individuais BTT

Nacional Enduro: José Borges e Sara Ferreira campeões de Enduro BTT em Terras de Bouro

6
Sara Ferreira e José Borges - Enduro BTT 2021 - Terras do Bouro

José Borges (Clube BTT Matosinhos) e Sara Ferreira (Maiatos) sagraram-se hoje, em Terras de Bouro, campeões nacionais de enduro BTT na categoria de elite.

Após um ano em que a pandemia não permitiu a realização do Campeonato Nacional, José Borges conquistou o sexto título consecutivo, repetindo as vitórias de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019.

O domínio do corredor da equipa matosinhense foi total neste Campeonato Nacional de Enduro presented by Shimano, em Terras de Bouro. José Borges foi o mais rápido nas três especiais classificativas, construindo um triunfo incontestável ao fim de 25’10’’574 de corrida.

Francisco Pardal (goRide Portugal) foi o segundo classificado, a 1’18’’255. João Rodrigues (Maiatos) fechou o pódio de elite, a 2’10’’416 do vencedor.

Sara Ferreira também teve um desempenho irrepreensível entre as femininas com mais de 17 anos, o que lhe valeu o título nacional na categoria absoluta.

Sendo a mais rápida em todas as classificativas, cortou a meta com 34’42’’441, menos 34,450s do que Ana Leite (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), e menos 1’59’’111 do que Leandra Gomes (Axpo/FrisBikeTeam/Vila do Conde), que ocuparam as posições imediatas.

O destaque nas camadas jovens vai para as vitórias do júnior André Fernandes (Caniço Riders) e do cadete Rafael Sousa (Guilhabreu BTT).

Entre os veteranos impuseram-se o master 30 Gonçalo Gaspar (BTT Enduro Terras de Bouro), o master 40 Bruno Marinho (BTT Enduro Terras de Bouro), o master 50 Leonel Bento (Casa do Povo de Abrunheira) e a master feminina Bianca Oliveira (Caniço Riders).

Ainda a contar para o Campeonato Nacional, disputaram-se corridas de bicicleta de assistência eléctrica. Tiago Ladeira (Miranda Factory Team) foi o vencedor masculino. A prova feminina apenas contou com a presença de Ana Lopes (BTT Enduro Terras de Bouro).

O programa de competições contou ainda com provas “open” e com corridas de juvenis e de infantis, que não concorriam para a atribuição de títulos nacionais.

FP Ciclismo