Mundial de Estrada (Centenário): Portugal apresenta-se com 17 corredores

Convocatória Mundial de Estrada (Centenário)

A Selecção Nacional de Ciclismo estará presente com 17 ciclistas no Campeonato do Mundo de Estrada, que vai realizar-se na Flandres, Bélgica, entre 19 e 26 de setembro.

Esta será uma edição muito especial do Campeonato do Mundo, porque comemora o Centenário da competição, realizada pela primeira vez em 1921, na Dinamarca, e por disputar-se na Flandres, uma das regiões mundiais com maior paixão pela modalidade.

Neste contexto, Portugal apresenta-se com representantes masculinos e femininos nas categorias de elite, sub-23 e júniores.

Em elite, Portugal tem convocados seis homens e duas mulheres. José Poeira chamou André Carvalho (Cofidis), João Almeida (Deceuninck-Quick-Step), Nelson Oliveira (Movistar Team), Rafael Reis (Efapel), Rúben Guerreiro (EF Education-Nippo) e Rui Oliveira (UAE Team Emirates).

Estão todos escalados para a prova de fundo, no dia 26. No dia 19, Nelson Oliveira e Rafael Reis disputam o contrarrelógio individual.

No Campeonato do Mundo não há provas para sub-23 femininas. Por isso, as convocadas por Ana Rita Vigário, Daniela Campos (Bizkaia Durango) e Maria Martins (Drops-le Col S/b Tempur), vão competir em elite, apesar de serem ambas atletas com menos de 23 anos.

Fazem ambas as provas de fundo, no dia 25. Daniela Campos, campeã nacional de contrarrelógio, compete também nesta disciplina, no dia 20.

Em sub-23 masculinos a representação nacional estará a cargo de Fábio Costa (Efapel), Miguel Salgueiro (LA Alumínios-LA Sport) e Pedro Miguel Lopes (Kelly-Simoldes-UDO). O trio só disputará a prova de fundo, agendada para 24 de setembro.

Em júniores masculinos, António Morgado e Gonçalo Tavares (Bairrada) mantêm-se ao serviço da Selecção após a participação no Europeu. A restante equipa é nova, cumprindo-se, com Diogo Pinto (Academia Joaquim Agostinho/CYR/UDO) e Lucas Lopes (Póvoa de Varzim/CDC Navais), o objectivo de dar experiência internacional ao maior número possível de corredores jovens.

Este objectivo leva também à incorporação de Beatriz Roxo (Academia de Ciclismo de Paredes) na convocatória de júniores femininas, juntando-se na Flandres a Sofia Gomes (Vesam/Blok-Vilanovense Cycling Girls), que teve uma estreia auspiciosa no Campeonato da Europa.

O quarteto masculino compete na prova de fundo no dia 24, três dias depois de António Morgado e Gonçalo Tavares terem disputado o contrarrelógio individual. As femininas apenas correm a prova de fundo, no dia 25.

Os percursos das provas de fundo têm a alma das corridas da Flandres, com troços em empedrado e algumas subidas curtas, mas inclinadas.

São percursos muito específicos. Nos mais jovens pretende-se lutar pelos melhores resultados possíveis, mas, sobretudo, dar uma experiência competitiva diferente aos nossos corredores.

Nas categorias de elite e de sub-23 temos corredores que se adaptam bem a este tipo de provas, pelo que tentaremos fazer um bom Campeonato do Mundo”, afirma José Poeira.

Ana Rita Vigário destaca “a juventude de toda a equipa feminina, o que faz com que a grande meta desta participação seja a aquisição de experiência e de competências competitivas em Campeonatos do Mundo e em corridas com a tipologia das que vamos encontrar na Bélgica”.

Calendário de corridas com participação portuguesa

19 de setembro, 13h30: Contrarrelógio Elite Masculina: Knokke-Heist – Bruges, 43,3 km

20 de setembro, 13h40: Contrarrelógio Elite Feminina: Knokke-Heist – Bruges, 30,3 km

21 de setembro, 13h55: Contrarrelógio Juniores Masculinos: Knokke-Heist – Bruges, 22,3 km

24 de setembro, 7h15: Prova de Fundo Juniores Masculinos: Lovaina – Lovaina, 121,8 km

24 de setembro, 12h25: Prova de Fundo Sub-23: Antuérpia – Lovaina, 160,9 km

25 de setembro, 7h15: Prova de Fundo Juniores Femininas: Lovaina – Lovaina, 75 km

25 de setembro: 12h20: Prova de Fundo Elite Feminina: Antuérpia – Lovaina, 157,7 km

26 de setembro: 10h25: Prova de Fundo Elite Masculina: Antuérpia – Lovaina, 268,3 km

FP Ciclismo