Início Mod. individuais Ciclismo

Volta a Portugal: Raquel Queirós vence a 2ª Etapa em Loures

28
Raquel Queirós

A portuguesa Raquel Queirós (Velo Performance/JS Campinense) ganhou hoje a segunda etapa da Volta a Portugal Feminina Cofidis, uma ligação de 72 quilómetros, entre Mafra e Loures.

A britânica Danielle Shrosbree (Team LDN/Brother UK) continua com a Camisola Amarela Lisboa Capital Europeia do Desporto 2021.

A jornada começou com a Team LDN/Brother UK a mostrar que, por vezes, a melhor defesa é o ataque. Para evitar ter de trabalhar no pelotão, lançou em fuga Harriett Dodd, que pedalou em cabeça de corrida durante quase toda a etapa.

A configuração da tirada mudou com a subida, pontuável para a classificação da montanha, no Vale São Gião, a cerca de 16 quilómetros do final. Aí atacaram as corredoras mais bem colocadas da geral, com Danielle Shrosbree a aproveitar para passar na frente, dando mais cor à Camisola Azul Polisport de que também é dona. Com ela estava, entre outras Raquel Queirós.

As duas mantiveram, até final, uma marcação pessoal muito próxima, sem que nenhuma delas conseguisse destacar-se. Levaram o duelo para a reta da meta, onde a olímpica portuguesa levou a melhor, com um registo de 1h59m48s. Danielle Shrosbree foi a segunda classificada e a júnior Mariana Líbano (Velo Performance/JS Campinense) fechou o pódio do dia.

Sinto-me muito orgulhosa por ter vencido uma etapa nesta Volta a Portugal Feminina e por estar na luta pela geral. Hoje a etapa foi muito dura e muito atacada. Ataquei várias vezes, mas nenhuma fuga vingou.

Puxei e no fim consegui ganhar. Só estou um pouco triste, porque queria a camisola amarela para dedicar ao meu avô.

Mas amanhã é um novo dia e terei nova oportunidade. O contrarrelógio é duro, mas vou dar o meu melhor até ao fim de logo se verá“, disse Raquel Queirós, que recebeu o Prémio Jogos Santa Casa para a melhor portuguesa.

Não havendo bonificações, há cinco corredoras empatadas com o mesmo tempo na classificação geral. O desempate faz-se por pontos. Neste critério está melhor Danielle Shrosbree, seguida por Raquel Queirós e por Sofia Gomes (Vesam/Blok-Vilanovense Cycling Girls).

Foi um dia excelente, que se tornou mais fácil por termos uma ciclista em fuga. Isso evitou muito trabalho nosso no pelotão. Pude descansar as pernas até aos momentos decisivos da etapa, estava fresca para responder aos ataques na montanha e mantive a camisola azul.

Depois também se sucederam muitas tentativas de fuga e pude sempre responder. A etapa de amanhã será de grande pressão para todas, porque a classificação geral está muito equilibrada”, explica Danielle Shrosbree.

A subida ao terceiro lugar da geral deu a Sofia Gomes o primeiro lugar na juventude, envergando agora a Camisola Branca IPDJ. Danielle Shorsbree junta às camisolas amarela e azul a Camisola Vermelha Cofidis, dos pontos.

A classificação por equipas continua encimada pela Team LDN/Brother UK.

A terceira etapa, neste sábado, prevê-se de grandes decisões. É o contrarrelógio individual de 11,1 quilómetros, a disputar num traçado exigente, em Vila Franca de Xira.

FP Ciclismo