Início Mod. individuais BTT

Mundial de BTT: Selecção jovem é aposta no futuro da modalidade

8
João Cruz - BTT

A selecção nacional vai estar representada no Campeonato do Mundo de BTT, em Trentino, Itália, entre os dias 25 e 29 de agosto, nas categorias mais jovens de cross-country olímpico (XCO) e downhill (DHI).

O Campeonato do Mundo de BTT vai disputar-se entre os dias 25 e 28 de agosto em Val Di Sole, em Trentinho, Itália. A selecção nacional vai estar representada no cross-country olímpico (XCO), por Mariana Líbano, em júniores femininas, João Cruz e Tomás Frazão, em júniores masculinos e, Ana Santos e Raquel Queirós, em sub-23 femininas. Na disciplina de downhill (DHI), em júniores masculinos, estará Nuno Reis.

A presença de uma selecção tão jovem nos mundiais de BTT é uma aposta no futuro da modalidade, com o objectivo de desenvolver e preparar estes atletas, como explica o seleccionador nacional de BTT, Pedro Vigário.

Esta é uma selecção de desenvolvimento, na qual o principal objectivo é trabalhar na evolução dos atletas mais jovens, dando-lhes experiência de competição.

O Nuno Reis esteve a um nível alto no mundial do ano passado e penso que deverá conseguir voltar a conseguir um bom resultado. As atletas sub-23 tiveram um desempenho muito bom no europeu, que acabou por ficar condicionado por alguns azares. Se tudo correr dentro da normalidade, o objectivo será melhorar os resultados da época passada.

Os júniores são uma categoria de desenvolvimento e, no caso concreto da Mariana, é o seu primeiro ano nesta categoria. É uma oportunidade de ganharem alguma experiência, para que no futuro possam vir com ainda mais ambições”, afirmou Pedro Vigário.

No XCO, a selecção nacional vai encontrar um percurso com algumas subidas e descidas desafiantes, e alguns sectores mais técnicos. Mariana Líbano será a primeira atleta portuguesa a entrar em competição, em júniores femininas, na quinta-feira, dia 26 de agosto, pelas 10h30, hora portuguesa.

Depois, será a vez de João Cruz e Tomás Frazão, em júniores masculinos, no mesmo dia, pelas 12h30. No sábado, dia 28, competem Ana Santos e Raquel Queirós, em sub-23 femininas, na disciplina de XCO, pelas 08h00.

No downhill (DHI), Nuno Reis terá pela frente um percurso mítico, “the Black Snake”, com 2,4 quilómetros, que desafia as leis da física e da gravidade.

O português entra em cena ainda na sexta-feira, dia 27 de agosto, para a qualificação, às 09h30, hora portuguesa, sendo que a final será no domingo, dia 29, pelas 08h25.

FP Ciclismo