Início Mod. colectivas Basquetebol

Basquetebol: 3×3 BasketArt revitaliza campos de rua desde 2019

17
3x3 BasketArt

O dia 28 de junho de 2019 marcou o arranque oficial do 3×3 BasketArt, projecto promovido pela FPB que pretende requalificar campos de basquetebol espalhados pelo país, levando a modalidade e a sua prática mais longe.

Há precisamente dois anos foi inaugurado de forma oficial o primeiro campo 3×3 BasketArt nas Caldas da Rainha.

No seguimento do campo das Caldas da Rainha, o 3×3 BasketArt foi mais longe e requalificou o Parque Infantil Inclusivo e Polidesportivo do Olival das Bolas, em Torre de Moncorvo, Bragança.

Seguiram-se Cascais, numa homenagem à lenda do basquetebol mundial, Kobe Bryant, e também o campo do Jardim Público do município de Vendas Novas.

Mais recentemente, a FPB apoiou ainda a Câmara Municipal da Figueira da Foz na requalificação do histórico Campo das Traseiras que também serviu de homenagem à consagrada Ticha Penicheiro.

Em declarações à FPB, o Vice-presidente Rui Dias destacou a importância do projecto naquilo que é a promoção da prática desportiva, assim como da modalidade.

O projecto 3×3 BasketArt quer levar o basquetebol mais longe e incorporava o propósito fundamental de promover a prática da nossa modalidade em locais mais improváveis onde a instalação de projectos convencionais de 5×5 é mais complicada, no fundo abranger todo o território nacional.

Neste sentido, o 3×3 afigura-se como uma ferramenta interessante, porque não é preciso tantos jogadores para praticarmos esta variante do basquetebol, que de facto é bastante inclusiva.

Além de juntar vários escalões etários, junta os dois géneros e também associamos a arte urbana a este projecto, factor de atractividade nas cidades que cria, desta forma, locais que por si só funcionam como instrumento para chamar as populações para a prática da modalidade”.

Além do impacto do 3×3 BasketArt, Rui Dias realçou que o propósito do projecto foi cumprido não só pela abrangência geográfica, mas também pela capacidade em atrair novos municípios para a requalificação de novos campos.

Tivemos algumas ‘dores de parto’, normais de um projecto desta envergadura, que foi criando o seu espaço de afirmação junto das autarquias, que são um dos parceiros mais importantes deste projecto. No entanto, temos hoje já uma série de campos requalificados e sobretudo duas certezas. Conseguimos levar o basquetebol a sítios improváveis, sendo a requalificação em Torre de Moncorvo o melhor exemplo disto mesmo“, concluiu.

No próximo dia 9 de julho, o município de Ílhavo será palco de mais uma inauguração 3×3 BasketArt.

FP Basquetebol