Início Mod. individuais Ciclismo

Volta ao Alentejo 2021: Resumo da 1ª Etapa, com chegada a Beja

15
Volta ao Alentejo 2021 - Chegada a Beja

Foi de laranja que se pintou a primeira etapa da 38ª Volta ao Alentejo/1º Grande Prémio CMTV, com a equipa da Euskaltel-Euskadi a confirmar algum do favoritismo.

Afinal, a formação de equipamento alaranjado tem um dos corredores mais cotados da corrida e Juan Jose Lobato regressou às vitórias ao ser o mais forte na chegada a Beja. O espanhol garantiu, além da Camisola Amarela Sociedade Ponto Verde, a Camisola Crédito Agrícola da classificação por pontos.

É a segunda vitória da Euskaltel-Euskadi em 2021, naquela que é a segunda vida da equipa, num ano em que recuperou o nome original, sendo uma das ProTeam presentes no Alentejo.

Para Lobato, 32 anos, ciclista com currículo World Tour, foi igualmente o regresso, mas aos triunfos, algo que não acontecia desde 2018. A ambição passa agora por mais vitórias e, porque não, manter a amarela. Lobato vê sábado como o dia decisivo.

É o dia de etapa dupla, com montanha de manhã e contrarrelógio à tarde, que resolverá a Volta. Vim com uma boa equipa, mas vamos ver dia a dia“, afirmou.

E quanto à vitória em Beja, admitiu que já procurava um triunfo há algum tempo, estando, naturalmente, muito feliz com o resultado.

Reguengos de Honra à partida

A igreja de Santo António, no centro de Reguengos de Monsaraz, assistiu tranquilamente à partida de um pelotão de 122 homens em representação de 18 equipas, que nesta etapa inaugural tinham um longo dia pela frente.

Apesar do triunfo espanhol, os portugueses estiveram em destaque. Iúri Leitão acabou como o melhor, ao bater-se no sprint de igual para igual com o vencedor. Leitão foi segundo, comprovando a boa forma nesta época, na estreia pela Tavfer-Measindot-Mortágua.

A Camisola Preta E-Redes ficou com Patrick Videira, dando assim destaque a uma equipa de clube, a Fortunna-Maia. A liderança na montanha desta vez tem esta cor totalmente distinta e destaca o líder dos trepadores. Videira ganhou a única subida do dia numa discussão com Henrique Casimiro (Kelly-Simoldes-UDO).

Raúl Ribeiro lidera nas metas volantes, ao vencer duas das três que estavam em disputa – Moura e Mértola -, o que significa que a equipa da casa, Almodôvar-Delta Cafés-Crédito Agrícola, mais uma de clube, também teve o seu momento nesta primeira etapa.

Foram 194,5 quilómetros entre Reguengos de Monsaraz e Beja, num dia em que finalmente se sentiu um calor bem mais típico de verão. A etapa também foi bastante típica de uma que tinha todos os ingredientes para terminar ao sprint.

A fuga começou com um trio, mas foi um quinteto que andaria mais de 100 quilómetros na frente: além de Ribeiro, Videira e Casimiro, estiveram no grupo Cesar Paredes – um colombiano mas que representa a equipa do Louletano-Loulé Concelho e que foi o mais forte na Meta Volante de Mourão – e o sul-africano Callum Ormiston, da ProTouch.

Ambos acabariam por ficar para trás na subida do dia a cerca de 50 quilómetros da meta. Contudo, o trio de portugueses não resistiu muito mais até ser apanhado por um pelotão que teve sempre os fugitivos controlados.

A maior diferença foi de quatro minutos, mas rondou sempre os 3:30, mais segundo menos segundo. Quando foi decidido que a aventura do quinteto ia terminar, não demorou a acontecer.

No pelotão, a Efapel mostrou intensões; porém, foi a espanhola Kern Pharma (mais uma ProTeam) a ser a primeira a assumir a perseguição, que nunca abandonou, com a Caja Rural (outra ProTeam de Espanha) a juntar-se mais tarde. Acabaria por ser a Euskaltel-Euskadi a ser mais feliz. Além das duas classificações individuais com Lobato, também é líder colectivamente.

A Etapa Mais Longa

A Efapel terá esta quinta-feira Fábio Costa de Camisola Branca FGil.pt, símbolo da juventude. Não havendo bonificações, Lobato lidera com o mesmo tempo que Iúri Leitão e David Gonzalez (Caja Rural-Seguros RGA).

A segunda etapa da 38ª Volta ao Alentejo/1º Grande Prémio CMTV será novamente uma que os sprinters vão ter debaixo de mira. São 195,5 quilómetros com início em Almodôvar (partida simbólica às 10:50) e final em Sines, com a chegada prevista para cerca das 16 horas.