Início Mod. individuais Ralicross

RX Portugal 2021: Alto do Roçário vai aquecer com a 3ª prova

6
RX Portugal 2021 - Sever do Vouga

Com os correctores de Montalegre ainda marcados pela borracha dos pneus Cooper que equipam todos as máquinas que alinham no RX Portugal 2021 by Diatosta, é com elevada expectativa que se preparam já os pormenores finais daquela que será a terceiro prova do ano, a realizar em Sever do Vouga no primeiro fim‑de‑semana de Julho.

Os cerca de 1000 metros do Circuito do Alto do Roçário serão palco de decisões e acima de tudo de muitas lutas entre aqueles que alinham no RX Portugal 2021 by Diatosta, tanto nas divisões auto como nas sempre espectaculares categorias do Kartcross.

As duas primeiras rondas da época – realizadas em Lousada e Montalegre – foram férteis em grandes momentos de condução e espectáculo, como apenas o Ralicross consegue proporcional, e na primeira visita a Sever do Vouga espera-se novamente intensidade total num dos traçados mais carismáticos da modalidade em Portugal.

Novidades são igualmente esperadas no pelotão, sendo aguardado um novo Super Car que estará em fase final de preparação, ao mesmo tempo que se espera que o campeão em título, José Lameiro, tenha o seu Skoda de novo operacional para estar em pista, no que está a ser uma verdadeira corrida contra o tempo por parte da equipa do piloto de Aveiro.

João Ribeiro quer regressar às vitórias nos Super 1600, mas mais uma vez terá que trabalhar desde as primeiras corridas de qualificação no sábado (3 de Julho) para no domingo discutir com a feroz concorrência as melhores posições.

Apontar adversários ao piloto que lidera o campeonato é tarefa impossível, pelo simples facto que todos eles são adversários com capacidade para vencer.

Intenso será igualmente o duelo no Kartcross, onde Santinho Mendes vai querer repetir a vitória de Montalegrem, mas a boa forma evidenciada pelo campeão em título, Jorge Gonzaga, na jornada anterior, deixa antever que o piloto de Lousada poderá também aspirar à sua primeira vitória do ano, num pelotão onde não faltam candidatos e potencial para discutir todas as curvas e proporcionar muito espectáculo.

Pedro Rosário ficou abaixo do esperado na final em terras do Barroso e juntamente com ele também Alexandre Borges, Rui Nunes ou Luís Almeida vão querer estar na linha da frente quando se iniciarem as sete voltas da final da categoria na tarde de Domingo.

Espera-se assim mais uma grande jornada de Ralicross, a terceira do ano, a terceira com o nome RX Portugal by Diatosta.

RX Portugal