Início Mod. individuais Ralicross

Ralicross de Montalegre: Joaquim Machado tem fim-de-semana para esquecer

39
Joaquim Machado - Ralicross

Montalegre recebeu no passado fim de semana, o Campeonato de Portugal de Ralicross. Esta foi a segunda prova da época.

Joaquim Machado, piloto da Kispo, levou o seu Peugeot 208 até ao Circuito Barrosão para competir na Super 1600.

O fim de semana prometia excelente corridas, Machado começou por se classificar a meio da tabela, na segunda corrida de classificação é penalizado, o que o atira para o décimo quinto posto.

Após corridas de qualificação, o piloto lousadense detinha o oitavo lugar. Para as meias-finais ocupou a segunda linha, dado o arranque, ocupa o terceiro lugar que manteve até à bandeira de xadrez.

Completas as meias-finais foi necessário uma grande espera até ser divulgada a grelha para a final. Um tempo que levou a organização a colocar outra divisão pelo meio, embora os concorrentes da mesma não tenham gostado da situação.

Na final, optou por ir à joker logo na segunda volta, quando rodava em quarto posto. Foi recuperando lugares até a altura em que fica atrás de um concorrente manifestamente com problemas mecânicos.

Apesar de todas as tentativas para ultrapassar, tal não foi possível, até que o inevitável acontece.

Finda a corrida, em que Machado viu a bandeira de xadrez no quarto posto, o piloto levou uma penalização que o atirou para o sétimo lugar.

Considero que foi um fim de semana mau para a modalidade, em especial após o término da corrida”, começou por afirmar o piloto.

Estava a discutir a posição na corrida, o toque não me deu qualquer vantagem, o concorrente em causa parou logo a seguir. Foi uma situação de corrida. É lamentável a interpretação dada à situação.

Numa altura em que temos um promotor a fazer um excelente trabalho, uma lista de participantes que torna o nosso um dos melhores Campeonatos, é necessário que quem manda compreenda que estas situações, que quando mal julgadas, podem afastar os pilotos.

O Ralicross terá sempre toques, em especial numa divisão tão competitiva como a Super 1600, é necessário serem bem avaliados”, completou o piloto.

A próxima prova está marcada para o Circuito do Alto do Roçario, nos dias 3 e 4 de julho.