Início Adaptado

Europeu de Paraciclismo: Luís Costa sagra-se vice-campeão de contrarrelógio

13
Luís Costa - Paraciclista

Arrancaram hoje os Campeonatos da Europa de Paraciclismo da UEC, em Schwanenstadt, na Áustria, com Luís Costa a conquistar o segundo lugar na classe H5. Flávio Pacheco competiu em H4 e fechou na oitava posição.

A selecção portuguesa iniciou os Campeonatos da Europa de Paraciclismo da melhor forma, com um pódio conquistado por Luís Costa na categoria de handbike. O atleta português disputou a prova da classe H5, sendo apenas batido pelo holandês Mitch Valize, que concluiu com um tempo de 15m21s.

O corredor português completou a prova em 16m45s e terá no próximo domingo a oportunidade de disputar a prova de fundo da classe H5.

A prova foi muito boa, senti-me bem e estava muito motivado para tentar a vitória. Tive um percalço na subida mais íngreme do percurso, onde me saiu uma corrente, o que fez com que estivesse parado algum tempo. No entanto, estou satisfeito porque, apesar desse problema que tive, consegui garantir o segundo lugar.

Felizmente, estou em boa forma e este era um objectivo que queria muito alcançar”, afirmou Luís Costa, que ainda vai disputar, no dia 6 de junho, a prova de fundo.

Flávio Pacheco competiu na classe H4, terminando com um tempo de 17m49s, que lhe garantiu a oitava posição. Segundo o seleccionador nacional de paraciclismo, José Marques, o corredor deparou-se com uma classe bastante competitiva e poderá ter uma palavra a dizer no domingo, na prova de fundo.

O Flávio tinha um trabalho difícil em mãos, pois a classe H4 é bastante competitiva e tem vários corredores de qualidade. Além disso, não é um atleta que, normalmente, se defenda muito bem no contrarrelógio. Penso que terá muito mais vantagem na prova em linha, podendo lutar por um top 5.

Quanto ao Luís Costa, foi um pódio justo. Não tínhamos uma tarefa fácil em mãos e o vencedor da prova foi mais forte. É um excelente segundo lugar, com que eu já sonhava antes de vir para os Campeonatos da Europa e espero que o Luís também possa discutir a vitória na prova de fundo.

Amanhã, dia 4 de junho, será a vez de Bernardo Vieira (C1) e Telmo Pinão (C2) entrarem em prova, às 13h30 (hora portuguesa), para disputar o contrarrelógio individual de 12,5 quilómetros, em Lochen am See.

FP Ciclismo