Início Mod. individuais Ralis

Rally de Portugal 2021: 17 Peugeot perfilados para vencer a jornada portuguesa do WRC

8
Peugeot Rally Cup Iberica - Assistência

Segunda prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2021, o Vodafone Rally de Portugal está de regresso ao calendário da iniciativa coorganizada pela PEUGEOT Portugal e PEUGEOT Espanha, com a logística da Sports & You, representando um dos pontos altos da presente Temporada 4.

Tal como no primeiro rali do ano, são 17 os PEUGEOT 208 Rally4 inscritos, pelas mãos de outros tantos ‘Leões’ que, face a uma audiência mais representativa, pretendem dar maior visibilidade às suas competências ao volante.

Apostando nas características de excelência desta criação da PEUGEOT Sport, terão pela frente 122,88 km cronometrados, ao acumulado das sete exigentes especiais em terra da região de Arganil, a que se junta a SuperEspecial de Lousada.

Constituem a 1ª Etapa do nosso rali de maior importância, que serve, assim, de coluna vertebral à segunda prova da copa ibérica, num percurso total de 588,22 km que ligará Coimbra a Matosinhos.

Candidatas à vitória serão, por isso, as mesmas dez equipas espanholas, seis portuguesas e uma britânica que, no passado Rali Terras d’Aboboreira se entregaram a um muito competitivo conjunto de batalhas, tendo saído vitoriosa a dupla espanhola Óscar Palomo / José Pintor.

Depois da competitividade demonstrada pelos 17 PEUGEOT 208 Rally4 que alinharam no Rali Terras d’Aboboreira, os concorrentes aos títulos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2021 apontam, agora, baterias àquela que será a sua primeira prova mundialista, o Vodafone Rally de Portugal, que após um ano de ausência forçada pela pandemia, regressa ao calendário da Temporada 4 da iniciativa coorganizada pela PEUGEOT Portugal e PEUGEOT Espanha.

À semelhança do rali anterior voltam a ser 17 as equipas inscritas na prova lusa do WRC, todas as mesmas formações que, no triângulo entre Amarante, Baião, Marco de Canaveses, se entregaram a lutas pelos melhores tempos nos troços.

No final do primeiro rali do ano, essa posição de destaque viria a ser conquistada pela dupla espanhola Óscar Palomo / José Pintor, batendo os portugueses Miguel Campos / Paulo Lopes e os seus conterrâneos Alberto Monarri / Ángel Vela por curtas margens, num demonstrativo equilíbrio registado na luta pelos lugares da frente.

Serão estas três duplas que terão, sobre si, a mira dos restantes 14 concorrentes aos títulos de Pilotos e Navegadores da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2021, nomeadamente os que, por esta ordem, terminaram próximos dos três lugares do pódio, no caso os regressados Hugo Lopes / Tiago Neves e Pedro Almeida / Hugo Magalhães, respectivamente os 4ºs e 5ºs classificados no final do evento.

Peugeot Rally Cup Iberica