Início Adaptado

Taça do Mundo de Paraciclismo: Portugal com 6 paraciclistas em Ostende, na Bélgica

6
Luís Costa - Paraciclista

A Selecção Nacional vai participar com quatro corredores na prova da Taça do Mundo de Paraciclismo que decorre em Ostende, Bélgica, entre 6 e 9 de maio. Mais dois paraciclistas portugueses alinham individualmente.

O seleccionador nacional de paraciclismo, José Marques, convocou Bernardo Vieira e Telmo Pinão (Efapel Paracycling), Flávio Pacheco (Santa Cruz/Botelhos.pt) e Luís Costa. A título pessoal vão correr Carlos Neves e Hélder Maximino (360º/Bike Trail/Mundimat/CCA Paio Pires).

A cerca de um mês do Campeonato do Mundo, que vai realizar-se em Cascais, no Circuito Estoril, a etapa belga da Taça do Mundo de Paraciclismo reveste-se de particular importância na preparação dos corredores em contexto competitivo de alto nível, mas também para procurar aumentar a quota nacional para os Jogos Paralímpicos.

Vamos a Ostende com o intuito de somar o máximo de pontos UCI possível.

Já temos garantida uma vaga para os Jogos Paralímpicos, mas se conseguirmos melhorar a nossa pontuação internacional é possível que consigamos repetir em Tóquio os dois representantes que tivemos nos Jogos do Brasil, explica José Marques.

Os dois primeiros dias da Taça do Mundo são dedicados aos contrarrelógios.

Luís Costa, na classe H5, Flávio Pacheco e Carlos Neves, em H4, competem a partir das 13h30 de quinta-feira, 6 de maio, no contrarrelógio de 20 quilómetros.

A mesma distância será percorrida a partir das 8h30 do dia seguinte por Telmo Pinão, em C2, e por Bernardo Vieira, em C1.

Às 12h30 de sexta-feira é a vez de Hélder Maximino alinhar no exercício individual de 30 quilómetros.

No sábado, 8 de maio, decorrem as provas de fundo para as classes H4 e H5, às 13h15. Os paraciclistas vão percorrer 70 quilómetros.

O programa dos portugueses no domingo inicia-se às 13h30, com os 90 quilómetros da classe C5. Às 16h00 compete-se na prova de fundo para C1 e C2, que terá 70 quilómetros.

FP Ciclismo