Início Mod. colectivas Futebol

Manchester City vence PSG por 2-1 na 1ª Mão das “Meias” da “Champions”

4

O Manchester City venceu os franceses do PSG, por 2-1, em jogo a contar para a 1ª Mão das Meias-Finais da Liga dos Campeões, disputado no Parque dos Principes, em Paris (França).

Apesar do triunfo, os ‘citizens’ entraram muito mal (irreconhecíveis até) e sofreram um golo logo aos 15 minutos, por intermédio do brasileiro Marquinhos, depois de um pontapé de canto cobrado por Angel Di Maria.

O defesa, de 26 anos de idade, tornou-se no terceiro jogador a marcar nos “Quartos-de-Final” e nas “Meias-Finais” da “Champions” em duas temporadas consecutivas (a transata e a presente), depois do português Cristiano Ronaldo (2011/12, 2012/13 e 2013/14) e do francês Antoine Griezmann (2015/16 e 2016/17) terem feito o mesmo.

Até ao intervalo, Pep Guardiola viu a sua equipa ficar cada vez mais intranquila, desconfortável e incapaz de penetrar a defesa adversária para mudar o rumo dos acontecimentos na capital francesa.

Na segunda parte, Mbappé, sempre que tocava na bola, fazia tremer a defensiva do City, mas a insistência inglesa acabou por fazer estragos aos 64 minutos, por intermédio de Kevin De Bruyne, que, ao tentar cruzar, acabou por ver a bola entrar na baliza do mal batido Keylor Navas.

O internacional luso Danilo Pereira via do “banco de suplentes” o PSG a claudicar e a acusar a igualdade, enquanto, do outro lado, o Manchester City acreditava que podia sair da capital francesa com a vitória, que acabou por chegar aos 71 minutos, depois da cobrança irrepreensível de um livre direto por Riyad Mahrez.

Danilo acabaria mesmo por ser lançado na partida por Maurício Pochettino, para equilibrar um meio campo fragilizado pela expulsão de Gueye (aos 77 minutos), face a uma entrada muito dura sobre Gundogan.

No dia 04 de maio, as duas equipas voltam a encontrar-se em Manchester, Inglaterra, para a partida da 2ª Mão.

Ontem, em Madrid (Espanha), Real Madrid e Chelsea empataram 1-1, no jogo da 1ª Mão da outra Meia-Final, com Christian Pulisic, aos 14 minutos, a inaugurar o marcador para os ingleses, e Karim Benzema a repor a igualdade, 15 muinutos depois.

Artigo anteriorVoleibol: Escalões de Formação voltam a competir!
Próximo artigoMthalane vs Edwards: Uma grande noite de boxe no Eurosport 2