Início Mod. individuais Patinagem de Velocidade

Patinagem de Velocidade: Estágio de Elite em Canelas foi extremamente positivo

5
Diogo Marreiros - Estágio em Canelas

No âmbito do Plano Anual das Selecções Nacionais realizou-se, no passado fim-de-semana, em Canelas, o 2º estágio de preparação das Selecções Nacionais de Patinagem de Velocidade, com a presença de 17 atletas.

Para o Selecionador Nacional, Alípio Silva, este estágio internacional foi «sem dúvida um grande estágio» e «extremamente positivo».

«O grupo de atletas, como o próprio nome indica é de elite, o que facilita todo o processo e implementação dos mecanismos que se pretendem.

Apesar das condições climatéricas não terem sido as melhores e ter havido a necessidade de realizar ajustamentos em alguns dos treinos, os objectivos principais para o mesmo foram plenamente atingidos».

O seleccionador mostrou satisfação por se conseguir «realizar o levantamento de alguns dados que, na nossa opinião, são muito importantes para a mensuração do tipo de trabalho que estamos a desenvolver e para podermos fazer um ponto de situação de cada um dos atletas em cada uma das suas componentes fisiológicas».

Considerou também o estágio importante «no sentido de continuarmos a fazer um controlo de todos estes parâmetros e também o tipo de evolução, relativamente ao 1º estágio, que conseguimos sentir por parte de alguns atletas».

Alípio Silva revela que «os atletas estão motivados, o grupo está motivado, as competições estão breve a começar e este estágio acaba por vir de alguma maneira também dar um impulso produtivo para tudo o que aí vem, preparando-nos da melhor forma para o Campeonato da Europa».

Também Diogo Marreiros, vice-campeão mundial e vice-campeão europeu de Patinagem de Velocidade, foi da mesma opinião em relação às mais-valias deste estágio.

«Tem sido um fim de semana muito positivo em termos de estágio. Nota-se que há uma mudança naquilo que são os objectivos da Selecção e da Federação para com os atletas, a procurar ter um trabalho e uma análise mais científica para fazer a ligação com os treinadores dos nossos clubes para trabalharmos no sentido de estarmos o melhor preparados possível para quando tivermos de voltar aos serviços da Selecção».

Para o atleta, «tanto no 1º estágio como agora, no 2º, esse trabalho está a ser muito bem conseguido. Estamos também com um grupo de atletas em todos os escalões extremamente motivado e com grandes pretensões e altos objectivos naquilo que são os resultados nestes dois campeonatos que vamos».

Diogo confessa estar «muito contente por aos 29 anos ainda fazer parte desta Selecção e conseguir acompanhar a sua evolução desde que comecei a vir, em 2005, e naquilo que se está a tornar e que ainda pode vir a ser no futuro».

A atleta Margarida Sousa realçou a o facto de este estágio ser uma continuação do anterior, no início de Março, salientando que «todos os atletas muito gratos pela oportunidade que nos estão a dar e as condições que nos estão a fornecer».

Para Margarida, tendo em conta o confinamento, «termos a oportunidade de treinar com um grande grupo, ter a oportunidade de contactar com os nossos colegas de Selecção» tem sido uma oportunidade única.

«As organizações têm sido excelentes, temos conseguido trabalhar imensas coisas que têm sido um bocado esquecidas devido à falta de competições. Trabalhar com os nossos colegas de Selecção momentos que acontecem nas provas internacionais, permite chegar às provas com muito mais à vontade uns com os outros».

O Campeonato da Europa da modalidade realiza-se em Canelas, de 18 a 25 de julho.

FPP

Artigo anteriorFC Porto empata com Moreirense e fica mais longe do título
Próximo artigoEuro2022: Só falta 1 ponto para Portugal garantir a qualificação