Início Mod. colectivas Voleibol

Selecção Sub-16 Feminina mantêm treinos regulares antes de rumar a Maribor

8
Selecção Sub16 Feminina de Voleibol

A Selecção Nacional de Sub-16 Femininos vai disputar, entre 6 e 8 de Maio em Maribor, na Eslovénia, a Pool E da 2ª Ronda da Fase de Qualificação para o Campeonato da Europa da categoria, que apura directamente a vencedora para a fase final da prova.

Na Eslovénia, a jovem turma das quinas, orientada por por Rui Pedro Silva, vai defrontar a Eslovénia, a Turquia e a Áustria. Até à competição, o grupo de trabalho mantém os treinos regulares na Escola Secundária Rodrigues de Freitas, no Porto.

No Torneio WEVZA da 1ª Ronda, realizado na localidade italiana de Chiavenna, as portuguesas classificaram-se no 3º lugar e tiveram em evidência a jogadora Leonor Coelho, tendo vencido a Holanda e a Alemanha.

Apuram-se para a fase final do Europeu de Sub-16 femininos seis selecções: as vencedoras das cinco pools e a melhor segunda classificada da 2ª Ronda de Qualificação. Ver composição das Pools aqui.

Rui Pedro Silva está ciente da dificuldade que a missão acarreta, mas não esconde a ambição das guerreiras lusitanas:

O nosso principal objectivo é o que as quatro selecções ambicionam: garantir o primeiro lugar, que é o único que dá acesso à fase final do Campeonato da Europa. Será muito difícil, mas não impossível. Por isso, temos de trabalhar mais e melhor para nos apresentarmos com mais consistência e qualidade de jogo face às fortes selecções que vamos defrontar.

Além deste objectivo, também temos um outro, que já garantimos e que diz respeito a mais uma experiência internacional, o que ajuda e muito este grupo de atletas na sua melhor adaptação e evolução nestes contextos onde o grau de dificuldade exige mais de cada um de nós“.

Num grupo com Áustria, Eslovénia e Turquia, o que se pode esperar da forma de jogar de cada um destes adversários e qual o (à primeira vista) mais forte?

Ainda não temos material suficiente de cada um dos nossos adversários, mas, do pouco que já vi, a Turquia será a selecção mais forte, até pela tradição que tem nestes escalões. É de relembrar que a Turquia é a actual campeã da Europa de Sub-16.

São selecções altas, com bom bloco e bom ataque, em especial de zona 4, sofrendo um pouco na recepção“.

Quais foram os principais argumentos apresentados pela nossa Selecção em Chiavenna e a comparação com o nível das selecções presentes na competição?

Onde podemos discutir e talvez sermos superiores em relação às restantes seleções, será no primeiro toque (serviço, recepção e defesa). Se tivermos consistentes e com boa qualidade nestes três procedimentos técnico-tácticos, creio que conseguiremos disputar os jogos de igual para igual e estarmos mais perto da vitória“.

Por outro lado, quais as arestas a limar para a equipa se poder apresentar em pleno em Maribor?

Fizemos uma avaliação e temos de melhorar em muitas situações do jogo, a começar pela agressividade, objectividade e consistência do serviço. Temos de ter um jogo mais rápido nas pontas para não termos de enfrentar constantemente o bloco duplo bem definido da selecção adversária.

Estamos a trabalhar muito para que as centrais estejam mais envolvidas no jogo ofensivo e para que as nossas pontas/opostas usem mais recursos e diminuam o número de erros no ataque. Outro factor determinante é a mentalidade com que devemos encarar estes jogos: humildes, concentradas, competentes, ambiciosas, guerreiras e confiantes“.

Convocadas

AA S. Mamede: Mariana Almeida

AJM/FC Porto: Ema Torres; Mariana Marques; Maria João Peres

Boavista FC: Rita Benídeo; Francisca Guedes

Castêlo da Maia GC: Inês Campos; Luna Nunes

GC Vilacondense: Lia Forman

Leixões SC: Francisca Pelicano Ferreira; Beatriz Cerveira

SC Braga: Leonor Coelho

VC Viana: Maria Amaral

Madeira Torres: Marta Aleixo

Sintra Vólei: Matilde Quitério Ferreira

Mais informações na CEV e em www.wevza.com

FP Voleibol