Início Mod. colectivas Hóquei em Patins

OC Barcelos empata (5-5) com o CE Noia, num jogo intenso no Luso

8
OC Barcelos - Euroleague 2021

O OC Barcelos entrou na competição com um empate frente ao CE Noia, num jogo onde esteve a perder por 3-1, chegado ao intervalo.

Um Noia mais intenso e a não deixar o OC Barcelos construir o ataque, foi o primeiro a marcar numa iniciativa individual de Ferrer, aos cinco minutos de jogo. Ainda o Noia estava a festejar este primeiro golo, Miguel Rocha empata a partida para o OC Barcelos.

Segue-se uma primeira parte em que o OC Barcelos tem mais posse de bola, mas é o Noia que volta a marcar, fazendo o segundo e terceiro golo, fixando o resultado em 3-1 ao intervalo.

Na segunda parte, o OC Barcelos entra a pressionar mais, com um Noia muito fechado na defesa. Um penalti a favor do OC Barcelos aos 5 minutos da 2ª parte permite a Luís Querido reduzir para 3-2 na recarga. Com um OC Barcelos mais concentrado, três minutos depois o Noia comete a 10ª falta e Dario Gimenez não desperdiça, empatando a partida nos 3-3.

Com tudo em aberto, o OC Barcelos reentra na partida e, aos 13 minutos, Miguel Rocha com um tiro impressionante, coloca o OCB em vantagem pela 1ª vez no jogo, fazendo o 3-4.

A partir daqui, o encontro ganha muito mais velocidade, com as duas equipas a pressionar, mas é o Noia que chega ao empate, por Xavi Costa, quando faltam seis minutos para o final.

Dois minutos depois, Manrubia coloca o Noia novamente em vantagem, depois de o OC Barcelos fazer o mais difícil que foi dar a volta a um 3-1. A dois minutos do fim, Miguel Rocha empata novamente, fazendo o hatrick no jogo.

Até ao final foram dois minutos muito intensos, com o OC Barcelos a pressionar à procura do golo da vitória, mas sem sucesso, com o resultado a fixar-se nos cinco golos para cada lado.

Na opinião do treinador do OC Barcelos, Rui Neto, a equipa entrou mal no jogo, explicando que «no único momento da 1ª parte em que tivemos ascendente sobre o Noia, este acaba por fazer dois golos e coloca uma vantagem de 3-1. Depois andámos a 1ª parte sempre à procura do resultado, mas mal».

Já a segunda parte, para Rui Neto, foi praticamente dominada pelo OCB: «foi «completamente distinta, já estivemos ao nosso nível – tirando um pequeno período depois de termos feito o 3-4 em que recuámos um pouco e permitimos o 4-4 – mas a segunda parte foi toda nossa.

Podíamos ter perfeitamente ganho como podíamos ter perdido na parte final. Mas se pensavam que havia jogos fáceis nesta competição esta é a prova que não existem jogos fáceis.

Foi um jogo intenso, um bom jogo de hóquei em patins, onde nós não conseguimos aquilo que pretendíamos que era vencer, mas estamos na luta».

Amanhã, no último jogo desta fase do Grupo A, defrontam-se OC Barcelos e FC Porto, às 14h, com transmissão no Porto Canal e online na WSE TV e na OCB TV. FP Patinagem