Fukushima como sede da prova olímpica de Basebol não preocupa WBSC

Fukushima como sede da prova olímpica de Basebol não preocupa WBSC

Recorde-se que em 2011, a cidade japonesa foi devastada por um terramoto e ficou contaminada após a explosão de um reactor da Central Nuclear.

68
Fukushima

O Presidente da Confederação Mundial de Basebol e Softbol (WBSC), Ricardo Fraccari, desdramatizou, esta 2ª Feira, o facto da organização dos Jogos Olímpicos Tóquio’2020 ter escolhido a cidade de Fukushima para sediar os desafios das referidas modalidades.

Recorde-se que em 2011, a cidade japonesa foi devastada por um terramoto e ficou contaminada por resíduos nucleares, após a explosão de um reactor da Central Nuclear, situada nas imediações da grande urbe.

Em declarações à imprensa japonesa, Fraccari referiu que não está preocupado com a situação, pois recentemente decorreu um torneio de futebol sub-15 nos estádios da cidade e tudo correu bem.

“Pelos dados que temos recebido, a situação em Fukushima não é perigosa; as informações são positivas e acrdito que não vai haver problemas”, acrescentou ainda o líder da WBSC.

No entanto, a última palavra pertence ao Comité Olímpico Internacional (COI), que deverá divulgar a sua posição no próximo mês de Dezembro, depois de uma reunião do Comité Executivo.