Corfebol para Todos: 2º Torneio no dia 12 de Dezembro no CAR...

Corfebol para Todos: 2º Torneio no dia 12 de Dezembro no CAR de Rio Maior

Este Torneio da Federação de Corfebol faz parte de um conjunto de acções integrantes do Plano Nacional Desporto para Todos criado pelo IPDJ.

57
Federação Portuguesa de Corfebol

No dia 12 de Dezembro, no Centro de Estágios e Formação Desportiva em Rio Maior, irá realizar-se o II Torneio Corfebol Adaptado a Pessoas com Deficiência Intelectual.

Este Torneio faz parte de um conjunto de acções integrantes do Plano Nacional Desporto para Todos criado pelo IPDJ e que visa a promoção e mobilização de toda a população para a prática desportiva, promovendo actividades físicas e desportivas de acordo com uma metodologia transversal, multi-sectorial e multidisciplinar direccionada a todos os cidadãos.

A Federação Portuguesa de Corfebol, consciente da sua responsabilidade social, resolveu ampliar a sua intervenção e desde o ano passado lançou a disciplina Corfebol Adaptado, tendo vindo a desenvolver um conjunto de acções integradas no PNDpT para as pessoas com necessidades especiais, mais concretamente a Deficiência Intelectual.

Em 2015 os campos de intervenção incidiram sobre o distrito de Lisboa e este ano englobou os distritos de Leiria e Santarém.

Entre as várias actividades que fazem parte do Programa Corfebol Adaptado estão as várias acções de formação de Corfebol Adaptado em cada uma das várias regiões, para técnicos e respectivos clientes, que revelam maiores capacidades para a prática física, sendo o objectivo final a realização de um torneio final agregando TODOS os atletas das três regiões.

São já várias as Instituições dos distritos de Lisboa, Leiria e Santarém participantes deste programa: CRIAL, APPACDM Santarém, CRIO, CRIF,CRIA, CRIB, Casa de S. Vicente, CERCI Lisboa, CERE, CERCIPENICHE, CERCITEJO, CIRE, APPACDM Marinha Grande, AFID, APECI, CERCINA, OASIS, CERCIAMA, APPACDM Soure, CRIT, CERCIPOM, Associação QE, num total de 250 atletas.

Neste torneio os jogos serão realizados em três jornadas para apuramento dos oito primeiros classificados. As finais do 3º ao 8º lugar decorrerão em simultâneo e a final do 1º e 2º lugar será a ultima partida e irá decorrer no campo 2. Serão jogos muito animados e bastante competitivos.

A Federação Portuguesa de Corfebol planeia, já para o próximo ano, a implementação de um quadro competitivo de Corfebol Adaptado a Pessoas com Deficiência Intelectual correspondendo ao crescente interesse de múltiplas instituições.





PARTILHAR