Automobilismo: "Biografia" da A1GP

Automobilismo: "Biografia" da A1GP

30

Idealizada pelo Sheik Makhtoum Al Makhtom e iniciada em Março de 2005, a A1GP é um campeonato automobilístico onde vários países competem em várias pistas, espalhadas por todo o Mundo.

Cada país pode apresentar 2 pilotos sem qualquer limite de idade, o que já fez com que passassem pela competição nomes consagrados como Nelson Piquet Jr., Jos Verstappen, Alex Yoong e Hideki Noda, assim como alguns novatos (casos de Nico Hulkenberg, Adam Carrol e o português Álvaro Parente).

AlvaroParente.jpgA “Fórmula das Nações” começou com a participação de 12 países (Inglaterra, França, Itália, Alemanha, E.U.A., Paquistão, Rússia, China, Coreia do Sul, Indonésia, Suíça e Irlanda), mas o futuro não parece ser nada risonho, devido à actual crise económica.

Mas antes de passarmos ao princípio do fim da A1GP, convêm realçar ainda alguns pontos:

Em 2007, a organização da “Fórmula das Nações” decidiu “largar” os chassis Lola, os motores Zytek e os pneus Cooper e assinar um acordo com a Ferrari, válido até Novembro de 2014.

A ideia de assinar uma parceria com a “gigante italiana” foi do luso-sul-africano Tony Teixeira, o que deixou o sultão Makhtoum visivelmente irritado, tendo “batido com a porta” em Março de 2007.

Sem o dinheiro do multimilionário e com as ideias megalómanas de TT (como Tony Teixeira é conhecido no meio) a empresa organizadora da A1GP chegou ao fim de 2007 com dívidas que ascendiam a 200 milhões de dólares.

Em 2008, as várias tentativas feitas no sentido de arranjar um grande patrocinador saíram goradas, e a 1ª corrida da época (o GP de San Marino) foi cancelada, tendo o campeonato começado apenas em Abril com o GP da Holanda, no circuito de Zandvoort.

Um ano depois, as únicas 4 corridas previstas foram canceladas, devido à falência da A1 Grand Prix Operations Ltd e da A1 Capital Holdings, empresas organizadoras do maior campeonato automobilístico, em termos de nações.

Mesmo assim, ainda se espera fazer um mini-campeonato em finais de 2010 (a 1ª prova está marcada para 25 de Outubro no circuito australiano de Surfers Paradise), no sentido de despertar o interesse de algum patrocinador que não deixe “morrer” a A1GP.

Jornalista: João Miguel Pereira

PARTILHAR