12 Horas de Sebring: Action Express Racing conquista mais um pódio na...

12 Horas de Sebring: Action Express Racing conquista mais um pódio na temporda

Trio do Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R da equipa Action Express Racing termina em segundo lugar, repetindo o resultado da etapa de abertura em Daytona

15
12 Horas de Sebring 2017 - Pódio

O piloto brasileiro Christian Fittipaldi e os portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque estiveram mais uma vez na luta pela vitória na 2ª etapa da temporada 2017 do IMSA WeatherTech Sportscar Championship. O trio do Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R da Action Express Racing liderou boa parte das 12 Horas de Sebring, neste Sábado (18), mas completou a 65ª edição da corrida na segunda posição.

Como nas 24 Horas de Daytona, etapa de abertura, realizada em Janeiro, a vitória foi de outro Cadillac, da equipa Wayne Taylor, que contou com os irmãos Jordan e Rick Taylor e Alex Lynn. Confirmando a supremacia da Cadillac neste início de temporada, o pódio em Sebring foi completado com Eric Curran, Dane Cameron e Mike Conway, também da Action Express Racing, com o #31 Whelen Engineering/Team Fox Cadillac DPi-V.R.

A prova teve bastante disputa e apenas seis bandeiras amarelas nas 348 voltas completadas. Fittipaldi largou da segunda colocação e manteve-se nesta posição durante o primeiro stint. Albuquerque assumiu na sequência e a equipa chegou à liderança, após duas horas de disputa. Barbosa manteve a primeira posição durante o seu stint e Fittipaldi continuou na frente até ser ultrapassado nas boxes pelos rivais da Wayne Taylor. Albuquerque chegou a reassumir a liderança no seu segundo stint, mas também não conseguiu segurar os vencedores. No total, o trio da Action Express liderou 167 voltas.

“Fizemos uma boa corrida, mas infelizmente não tivemos o mesmo ritmo que o Cadillac #10, principalmente na segunda parte da prova, depois de umas seis, sete horas de disputa. Eles começaram a andar mais rápido, mas estou contente com o segundo lugar, marcamos mais pontos importantes para o campeonato e estamos apenas a cinco pontos dos líderes. Vamos para próxima e espero que em Long Beach possamos estar no lugar mais alto do pódio”, comentou Fittipaldi, que foi o primeiro piloto brasileiro a vencer em Sebring em 2015.

O companheiro João Barbosa, com quem Fittipaldi conquistou o bicampeonato do IMSA (2014-15) e o actual vice-campeonato, também salientou o bom trabalho da equipa e disse que os rivais tiveram vantagem na estratégia dos pit-stops.

“Foi uma boa corrida, mas infelizmente com o cair da noite perdemos um pouquinho de velocidade comparado com o carro #10. Tivemos alguns pequenos problemas nos pit-stops, mas já sabemos o que precisamos melhorar e vamos para Long Beach para brigar pela vitória”, destacou.

Albuquerque, que também correu em Daytona, só volta à equipa na disputa de Watkins Glen.

“Diverti-me bastante durante a prova, andei muitas voltas em primeiro lugar e tentei o meu máximo no último stint, mas não deu. Agora só volto em Watkins Glen e espero que tenhamos um carro ainda melhor para conseguir a vitória lá”, completou.

A 3ª etapa do campeonato acontecerá no dia 8 de Abril, em Long Beach, na Califórnia. Será a primeira corrida Sprint da temporada, com 1h40 de duração. Os irmãos Taylor somam 70 pontos no campeonato, contra 65 de Fittipaldi, Barbosa e Albuquerque.