Volta a Portugal 2016: Júnior João Almeida vence a 3ª etapa e...

Volta a Portugal 2016: Júnior João Almeida vence a 3ª etapa e a Volta

João Almeida subiu hoje ao pódio como vencedor da 11ª Volta a Portugal de Júniores Liberty Seguros, depois de ganhar as três etapas da competição.

372

João Almeida (Bairrada) subiu hoje ao pódio como vencedor da 11ª Volta a Portugal de Júniores Liberty Seguros, depois de ganhar as três etapas da competição.

Hoje, na ligação de 110,3 quilómetros entre Boticas e Macedo de Cavaleiros, João Almeida fez o mesmo que nas tiradas anteriores: atacou e ninguém foi capaz de o deter. Quem esteve mais próximo de o conseguir foi o espanhol Alejandro Ropéro (RH+ Polartex/Fundación Contador), que apenas perdeu a roda nas últimas centenas de metros, acabando a etapa a 5 segundos do camisola amarela. O terceiro foi outro ciclista da equipa de formação financiada por Alberto Contador.

A etapa deste Sábado foi, mais uma vez, marcada por um calor muito intenso e por um terreno de constante sobe-e-desce. Daí que o pelotão se foi desmantelando desde o início. Foi, no entanto, na serra de Bornes que se deram as movimentações decisivas. A subir fez-se a selecção e a descer surgiu o ataque surpresa de João Almeida.

“Sabia que os adversários não estavam à espera de um ataque na descida e saí para os surpreender. Estou muito feliz com este resultado. Nunca esperei ganhar as etapas todas, embora viesse para a prova com intenção de disputar a geral, tal como o meu companheiro Daniel Viegas. Agradeço-lhe a ele e a toda a equipa pelo trabalho que fizeram por mim, assim como agradeço todo o apoio da minha família”, afirmou João Almeida no final da corrida.

O corredor natural das Caldas da Rainha concluiu a Volta a Portugal de Júniores com 45 segundos de vantagem sobre Alejandro Ropéro e com 1m26s face a Pedro Lopes (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), que o acompanharam no pódio.

João Almeida foi também o vencedor da classificação por pontos, enquanto Pedro Lopes conquistou a classificação da juventude e Tomeu Gelabert sagrou-se rei dos trepadores. A RH+ Polartex/Fundación Contador impôs-se por equipas.