Volta ao Conhecimento: Porque a Volta a Portugal tem Ciência…

Volta ao Conhecimento: Porque a Volta a Portugal tem Ciência…

A 'Volta ao Conhecimento' acompanha a prova 'rainha' do ciclismo nacional dando a conhecer a ciência e as inovações tecnológicas que ligam as instituições.

415

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a Rádio e Televisão de Portugal (RTP) e a Podium Events, apresentaram esta Sexta-feira (22 Julho), no Teatro Thalia, em Lisboa, a ‘Volta ao Conhecimento’. A iniciativa insere-se no âmbito da 78ª Volta a Portugal Santander Totta, que se realiza entre 27 de Julho e 7 de Agosto.

A ‘Volta ao Conhecimento’ pretende acompanhar a prova ‘rainha’ do ciclismo nacional dando a conhecer a ciência e as inovações tecnológicas que ligam as instituições de ensino superior às empresas e às regiões onde estão inseridas, ao longo das 10 etapas.

Para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior trata-se de prosseguir o compromisso da promoção de um país com mais formação, mais ciência, mais cultura, mais conhecimento, na certeza de que são essenciais ao nosso desenvolvimento e contribuem para a valorização da identidade nacional.

Através da ‘Volta ao Conhecimento’, iniciativa desenvolvida em conjunto com a RTP, a Secretaria de Estado da Energia e os diversos parceiros das instituições de Ensino Superior, procura-se:

* Promover o conhecimento do território português e respectivo património cultural, natural, científico e tecnológico;
* Estimular a aproximação entre as instituições de ensino superior e os territórios onde estão inseridas;
* Acentuar a importância da formação e do conhecimento, indispensáveis à utilização responsável dos recursos naturais e à preservação e fruição da natureza, reforçando a consciência e o envolvimento dos cidadãos;
* Valorizar a afirmação das regiões como contextos de conhecimento, aproximando comunidades e criando ambientes propícios à inovação social, científica, económica e cultural.

A Volta ao Conhecimento tem um sítio de Internet, onde podem ser consultados os conteúdos de base científica em torno das 10 Etapas com Conhecimento, tendo em conta as especificidades do território e o contexto científico e tecnológico. A iniciativa será também divulgada através das redes sociais, nomeadamente, o Facebook, e o Twitter.

Na conferência de imprensa de apresentação da ‘Volta ao Conhecimento’ estiveram expostos alguns equipamentos dos protagonistas mais conhecidos do mundo do ciclismo português, como a Camisola Amarela de Joaquim Agostinho, a bicicleta de Alves Barbosa utilizada no Tour e ainda uma impressora 3D a desenhar uma bicicleta, reflexo da inovação e tecnologia produzida nos laboratórios de investigação das instituições de ensino superior.

A sessão de apresentação da ‘Volta ao Conhecimento’ esteve a cargo da Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, contando com as intervenções do Secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches; Gonçalo Reis, Presidente da RTP; Delmiro Pereira, Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo; Joaquim Gomes, Director da Volta a Portugal; Manuel Assunção, Representante do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas; e Joaquim Mourato, Presidente Conselho Superior dos Institutos Superiores Politécnicos.

A Volta a Portugal tem-se imposto como evento desportivo único, próximo e partilhado por todos, cumprindo uma travessia do País que é, afinal, um percurso e veículo de aprendizagem do território, das paisagens, das pessoas, da sua cultura e das suas tradições, transformando-se numa viagem singular de Conhecimento do País.