Volta a Portugal (Júniores): Francisco Campos vence 3ª etapa, Marcelo Salvador vence...

Volta a Portugal (Júniores): Francisco Campos vence 3ª etapa, Marcelo Salvador vence a Volta

324

A terceira e última etapa da Volta a Portugal de Júniores, que hoje terminou em Fafe, provocou uma reviravolta completa na classificação. Francisco Campos (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) ganhou a tirada, mas o mais feliz da jornada foi Marcelo Salvador (Mato Cheirinhos/Liberty Seguros/Vila Galé), vencedor da Volta.

A ligação de 102,7 quilómetros, entre Ribeira de Pena e Fafe, foi mais uma prova de que a dificuldade das corridas é feita pelos ciclistas. Apesar de haver uma única contagem de montanha, de quarta categoria, o pelotão desfez-se em pedaços, mercê de múltiplos ataques.

Francisco Campos, que saiu do pelotão ainda com menos de metade da distância percorrida, foi passando de grupo em grupo. Aguentou como pôde a subida de quarta categoria, a 4,3 quilómetros da chegada. Na aproximação à meta, Francisco Campos conseguiu ultrapassar um corredor galego que se destacara na subida e ergueu os braços ao fim de 2h40m26s de prova. Seguiram-se dois ciclistas da Selecção da Galiza, Victor Alonzo e José Fernandez, por esta ordem, ambos a 2 segundos.

Saí do pelotão ao quilómetro 40, com um colega de equipa. Fui passando de grupo para grupo até chegar à frente da corrida. Na montanha um adversário adiantou-se, mas consegui alcançá-lo e só a 100 metros do fim ataquei para a vitória”, explica Francisco Campos.

Marcelo Salvador foi o sexto na tirada, a 10 segundos de Francisco Campos, um desempenho que lhe valeu a conquista da camisola amarela. O corredor de Cascais terminou a Volta a Portugal de Júniores com 23 segundos de vantagem sobe o anterior líder, Tiago Antunes (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense). O terceiro foi o espanhol Pablo Alonso (Disgarsa), a 25 segundos.

À partida tenha intenção de subir alguns lugares, mas não esperava vencer a Volta. Devo a vitória ao Marvin Scheulen, que muito trabalhou para que eu pudesse ser o vencedor”, disse Marcelo Salvador, entre lágrimas de emoção, após ser anunciado o triunfo.

Nas classificações secundárias, João Almeida (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense) segurou a camisola dos pontos, David Cardona (Bathco Team) foi coroado rei dos trepadores e Pere Ferrer (Arte en Transfer-León) venceu a classificação da juventude. A Selecção da Galiza impôs-se por equipas.

Classificações

3ª Etapa: Ribeira de Pena – Fafe, 102,7 km
1º Francisco Campos (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), 2h40m26s (Média: 38,408 km/h)
2º Victor Alonzo (Selecção da Galiza), a 2s
3º José Fernández (Selecção da Galiza), mt
4º Emanuel Rodrigues (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), a 6s
5º Pere Ferrer (Arte en Transfer-León), a 10s
6º Marcelo Salvador (Mato Cheirinhos/Liberty Seguros/Vila Galé), mt
7º Gonçalo Leaça (LA Alumínios/SGR Ambiente/Paio Pires), a 13s
8º Flavian Chaves (Arte en Transfer-León), a 19s
9º Gonçalo Carvalho (Bairrada), a 51s
10º Alejandro Julián (Bathco Team), a 1m01s

Geral Individual
1º Marcelo Salvador (Mato Cheirinhos/Liberty Seguros/Vila Galé), 7h59m18s
2º Tiago Antunes (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense), a 23s
3º Pablo Alonso (Disgarsa), a 25s
4º Emanuel Rodrigues (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), a 29s
5º David Cardona (Bathco Team), a 35s
6º Hadvin Guzmán (Bathco Team), a 38s
7º Ikar García (Palacios-EK), a 45s
8º Pere Ferrer (Arte en Transfer-León), a 53s
9º Ibai Delgado (Palacios-EK), a 1m01s
10º José Fernández (Seleção da Galiza), a 1m14s