Volta a Portugal do Futuro 2017: Prova com quatro etapas exclusiva para...

Volta a Portugal do Futuro 2017: Prova com quatro etapas exclusiva para Sub-23

As 12 equipas em prova vão ter pela frente 4 etapas, que totalizam 595,8 quilómetros. Com o início marcado para Oliveira de Azeméis, o pelotão vai seguir a rota do maciço central. Oliveira do Hospital, Arganil, São Pedro do Sul, Tondela e Sabugal são os marcos significativos desta Volta a Portugal, que termina na estreante vila de Alcains

442

Volta a Portugal do Futuro 2017A 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros, competição exclusiva para corredores do escalão Sub-23, vai para a estrada entre os dias 29 de Junho e 2 de Julho. As 12 equipas em prova vão ter pela frente quatro etapas, que totalizam 595,8 quilómetros. Com o início marcado para Oliveira de Azeméis, o pelotão vai seguir a rota do maciço central. Oliveira do Hospital, Arganil, São Pedro do Sul, Tondela e Sabugal são os marcos significativos desta Volta a Portugal do Futuro que termina, no Domingo (2 de Julho), na estreante vila de Alcains, concelho de Castelo Branco.

Para Joaquim Gomes, director da prova, a quilometragem média diária anormalmente longa, cerca de 150 quilómetros por etapa, marcará a edição deste ano da Volta a Portugal do Futuro que ainda terá, nos três primeiros dias, uma forte componente montanhosa.

“A passagem na Serra de São Macário, no segundo dia, vai relevar os homens mais bem preparados e entregar o título de etapa Rainha a esta tirada”.

Vencedor da primeira edição da Volta a Portugal do Futuro, em 1993, Joaquim Gomes acredita que a classificação estará em aberto até ao último dia.

“A participação exclusiva de equipas com corredores que aspiram chegar à Elite do ciclismo pode proporcionar autênticas reviravoltas classificativas até à meta em Alcains. Acredito que estejam garantidas as condições para um excelente espectáculo desportivo, assim o empenho e a irreverência do jovem pelotão o permita”, conclui o director de prova.

1ª Etapa || 29 junho 2017 – Oliveira de Azeméis – Oliveira do Hospital | 146,1 Km

A etapa das ‘Oliveiras’ – Azeméis, Frades e Hospital
Com pouco mais de 146 quilómetros, a etapa inaugural da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros vai sair de Oliveira de Azeméis às 11h40 e apresenta a particularidade de passar também em Oliveira de Frades para chegar a Oliveira do Hospital. Com um percurso sinuoso na primeira metade da etapa, a passagem na Serra do Caramulo, a aproximadamente 70 quilómetros do final, representa o último grande obstáculo orográfico. O traçado inicial da etapa provocará danos irrecuperáveis ao pelotão que, muito certamente, se apresentará bastante fraccionado na meta, por volta das 15h45, onde será revelado o primeiro Camisola Amarela Liberty Seguros.

2ª Etapa || 30 junho 2017 – Arganil – São Pedro do Sul (São Macário) | 150,9 Km

Montanhas Mágicas apadrinham a etapa Rainha
A partida inédita da Volta a Portugal do Futuro de Arganil, a caminho da Serra de São Macário, em São Pedro do Sul, tem tudo para revelar e ordenar classificativamente os melhores valores. A etapa mais longa da competição, 150,9 quilómetros, tem partida marcada para as 11h20 do Parque Urbano do Sub-Paço e está recheada de “montanha. A Serra do Buçaco, ao quilómetro 60, representa a maior dificuldade intermédia, mas será nas difíceis rampas da Serra de São Macário que a corrida se decidirá, com um Prémio de Montanha de Categoria Especial marcado precisamente na meta final instalada a 996 metros de altitude. O jovem pelotão deverá terminar o segundo e desafiante dia de competição por volta das 15h40.

3ª Etapa || 01 julho 2017 – Tondela – Sabugal | 150,6 Km

No meio estão… as Penhas Douradas
Com a chegada do fim-de-semana, as dificuldades continuam. O pelotão do Futuro vai sair de Tondela, no Sábado, às 11h30, para pouco mais de 150 quilómetros que vão proporcionar a muitos uma primeira experiência competitiva na Serra da Estrela. A caravana subirá a vertente Gouveia – Penhas Douradas e encontrará um Prémio de Montanha de 1ª Categoria ao quilómetro 75. Apesar de ser uma subida menos dolorosa que qualquer outra das travessias via ‘Torre’, o jovem pelotão deverá acusar esforço, até porque da véspera deverá carregar inúmeras mazelas. Perante um grupo fatigado, as surpresas podem surgir a qualquer momento. A cerca de 13 quilómetros da meta final, a passagem na Aldeia Histórica de Sortelha coincidente com um Prémio de Montanha de 3ª Categoria poderá ter um papel importante na decisão da etapa que está marcada para as 15h40, na Avenida 25 de Abril, no Sabugal.

4ª Etapa || 02 julho 2017 – Sabugal – Alcains | 148,2 Km

A mais fácil!? …Teoricamente
A derradeira etapa da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros vem reforçar Sabugal como Município Embaixador do Ciclismo e revelar uma estreia absoluta, com a chegada marcada para a vila de Alcains (Castelo Branco), por volta das 15h30. A diferença altimétrica, de quase 500 metros, entre as duas localidades indica que teoricamente será a mais fácil das quatro etapas da prova. No entanto, entre os futuros campeões que buscam uma oportunidade e aqueles que ainda acreditam na possibilidade de destronar os líderes, prevê-se um dia muito animado e percorrido a alta velocidade. Ao fim de quase 600 quilómetros de competição, Alcains vai coroar o vencedor da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros.

As Equipas que lutam pelas Camisolas

Cada formação Sub-23 pode participar na 25ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros com um número mínimo de cinco corredores e um máximo de oito, entre os 19 e os 23 anos (feitos até 1 de Janeiro de 2017). Já confirmaram presença 12 formações. Além das equipas portuguesas Miranda-Mortágua, Liberty – Carglass, Moreira Congelados, Sicasal, Jorbi – Team José Maria Nicolau e Maia, chegam de Espanha quatro conjuntos: Lizart, Cafés Baque, Fundacion Euskadi e Aldro. De França chega a Delko Marselle e a Selecção de Sub-23 do Luxemburgo também estará presente.

Durante a 25ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros os jovens campeões vão competir em quatro classificações distintas. A vitória individual ou liderança à geral será representada pela Camisola Amarela Liberty Seguros. Quem vencer a Classificação Geral por Pontos vestirá a Camisola Preta Kia, o Rei da Montanha vai envergar a Camisola Castanha Delta Cafés e ao mais novo entre os mais jovens será entregue a Camisola Branca RTP.