Volta a Portugal do Futuro 2017: José Fernandes vence e tira Amarela...

Volta a Portugal do Futuro 2017: José Fernandes vence e tira Amarela a Barthe

Dificuldades de São Macário revelaram nova liderança na Volta a Portugal do Futuro 2017

69

José Fernandes - Volta a Portugal do Futuro 2017 - 2ª EtapaJosé Fernandes venceu a Etapa Rainha da mais importante prova para corredores Sub23 do ciclismo português e tornou-se o novo Camisola Amarela da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros.

O triunfo isolado na chegada ao alto da Serra de São Macário, em São Pedro do Sul, com mais de dois minutos e meio de vantagem (2’40) sobre o segundo, o basco Txomin Juaristi (Café Baque), revelou um corredor em grande forma que atacou na subida final, a faltarem cerca de sete quilómetros para a meta coincidente com uma contagem de montanha de Categoria Especial.

Indiferente às dificuldades da subida sinuosa e sempre a acreditar no triunfo, o corredor da equipa Liberty Seguros-Carglass, recentemente vencedor do Campeonato Nacional de Contra-relógio, disparou no pequeno grupo na frente da corrida e fugiu a pensar na Amarela.

O anterior comandante, Cyril Bathe (Fundacion Euskadi) perdeu quase sete minutos e meio na chegada, depois de percorrer os 150,9 quilómetros que fizeram o percurso entre Arganil e o ponto mais alto do concelho de São Pedro do Sul.

Com a vitória desta Sexta-feira e com a vantagem alcançada, José Fernandes assumiu a liderança da Volta e, pelo facto de não haver bonificações na prova, tornou-se o principal favorito ao triunfo final, quando faltam duas etapas.

Depois da Rainha… as Penhas Douradas

Com a chegada do fim-de-semana, as dificuldades continuam. A 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros vai sair, este Sábado às 11h30, de Tondela para uma primeira experiência competitiva na Serra da Estrela. A caravana subirá a vertente Gouveia – Penhas Douradas e encontrará um Prémio de Montanha de 1ª Categoria ao quilómetro 75.

Apesar de ser uma subida menos dolorosa que qualquer outra das travessias via ‘Torre’, o jovem pelotão deverá acusar o esforço. A cerca de 13 quilómetros da meta final, a passagem na Aldeia Histórica de Sortelha coincidente com um Prémio de Montanha de 3ª Categoria poderá ter um papel importante na decisão da etapa que está marcada para cerca das 15h30 no Sabugal.