Volta a Portugal do Futuro 2017: Barthe volta a vencer mas Fernandes...

Volta a Portugal do Futuro 2017: Barthe volta a vencer mas Fernandes não perde Amarela

Perdendo escassos 3 segundos para o vencedor do dia, o ciclista francês Cyril Barthe, o líder da prova, José Fernandes, sabia que não colocaria em causa a Camisola Amarela

61

Volta a Portugal do Futuro 2017 - 3ª Etapa - PódioFoi sem a menor preocupação e com bastante tranquilidade que José Fernandes (Liberty Seguros-Carglass) cortou a meta no Sabugal após os 150,6 quilómetros da 3ª etapa da Volta a Portugal do Futuro iniciados, este Sábado, em Tondela. Perdendo escassos três segundos para o vencedor do dia, o francês, Cyril Barthe (Fundacion Euskadi), o líder da prova sabia que não colocaria em causa a Camisola Amarela.

A chegada ao Sabugal foi feita com o altaneiro e vigilante Castelo das Cinco Quinas a apreciar um pelotão lançado para uma discussão ao sprint, onde o vencedor da etapa inaugural repetiu o triunfo relegando novamente o mesmo adversário, Francisco Campos (Miranda-Mortágua), para a posição secundária. Sem bonificações mas com pontos atribuídos em cada chegada, Cyril Barthe reforçou o negro da Camisola Preta Kia da regularidade.

Depois de Tondela a subida às Penhas Douradas

A história da etapa, depois da partida em Tondela, conta-se com um grupo de 12 jovens em fuga na subida para as Penhas Douradas. Pouco antes da contagem de montanha de 1ª categoria, Marcelo Salvador (Sicasal-Constantinos-Delta Cafés) destacou-se e garantiu, desde logo, a Camisola Castanha, atribuída nesta prova ao ‘Rei dos Trepadores’. Para concretizar o objectivo da equipa da região oeste, Marcelo apenas precisava de chegar ao Sabugal, o que fez para gáudio da família que o esperava para o felicitar.

Sempre atenta às movimentações e a controlar o tempo da fuga, a formação do líder foi aumentando o ritmo do pelotão à medida que a meta se aproximava. Depois da passagem na Aldeia Histórica de Sortelha, os últimos quilómetros, apesar de algumas tentativas de reacção, foram feitos num bloco com cerca de 20 corredores que discutiu o sprint no Sabugal.

Ainda que sendo esta uma competição exclusiva para corredores Sub23, há uma classificação para os mais jovens e neste caso o espanhol Roger Adria (Lizarte) mantém a liderança e a Camisola Branca RTP.

Etapa de Consagração

A derradeira etapa da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros além de consagrar, este Domingo, o município do Sabugal como grande embaixador do ciclismo e de onde vai partir o último dia de competição, 148,2 Km, vai revelar uma estreia absoluta, com a chegada marcada para a vila de Alcains (Castelo Branco), por volta das 15h30.

Teoricamente será a jornada mais fácil; no entanto, entre os futuros campeões que buscam uma oportunidade e aqueles que ainda acreditam na possibilidade de destronar os líderes, prevê-se um dia muito animado e percorrido a alta velocidade. Ao fim de quase 600 quilómetros de competição, Alcains vai coroar os vencedores das diversas classificações.