Vice-líder Djalma Fogaça sonha com título da Fórmula Truck

Vice-líder Djalma Fogaça sonha com título da Fórmula Truck

30

Quem estava acostumado com o sempre brincalhão Djalma Fogaça dando risadas e aproveitando os momentos no grid de largada, já deve ter notado uma mudança no comportamento do Caipira Voador. Nesta 20ª temporada da Fórmula Truck, Fogaça diz-se mais focado no trabalho e concentrado no que fazer durante a corrida.

Djalma Fogaça - DF Racing FunsIsso foi notado em Caruaru, em Campo Grande, e será observado novamente na terceira etapa da temporada, dia 17 de Maio em Londrina, Paraná. Na abertura, ele deixou Pernambuco em terceiro lugar na classificação geral e no último fim-de-semana assumiu a vice-liderança com o seu Ford. O líder Totti tem 80 pontos contra os 78 de Fogaça.

“Estou bem feliz com o rendimento do meu camião Ford. E falo de boca cheia que brigo pelo título da Fórmula Truck, pois estou mais concentrado, mais focado e tendo uma boa leitura da corrida. Na Truck não basta ser rápido. A gente tem de ler a prova. No grid, antes eu vivia brincando fora do camião. Hoje não me desconcentro e fico no cockpit. Tenho um forte poder mental e isso pode fazer a diferença”, diz Fogaça.

A confiança é tanta que ele nem se importa em ter de usar o restritor de potência de 76 milímetros, reservado ao segundo colocado no campeonato, contra o de 74 mm utilizado em Campo Grande, quando ocupava a terceira posição na classificação geral. Fogaça sabe que terá dificuldades, mas promete trabalhar muito para superá-las.

Com certeza vou sentir, pois vi o camião do Cirino andar bem abaixo do que poderia render. Na minha opinião, o redutor de 78mm [em Londrina será usado por Beto Monteiro] não será grande problema para ninguém. Vi que quem usa o de 74 milímetros tem dificuldade, pois a fumaça que saía do camião do Giaffone era absurda. A gente até consegue tirar a fumaça, mas aí o rendimento cai demais“, explica.

Para evitar grandes surpresas com essa falta de rendimento motivada pelo também chamado Lastro de Sucesso, Fogaça dá um passo à frente de alguns dos adversários.

Mandei fazer restritores para testar no meu camião, pois não dá para chegar lá e só aí ter a surpresa. Fiz um restritor de cada [primeiro, segundo e terceiro] e testarei na pista de Piracicaba [cidade do Interior paulista e perto da sua equipa, que fica em Sorocaba]. Testarei também o de 78 milímetros, pois a minha expectativa é, numa hora dessas, ser primeiro no campeonato. Sei também que o pessoal da MAN tem uma reserva, uma carta na manga, pois em Campo Grande quando me aproximei deles num treino, no seguinte abriram de novo“.

Sempre objectivo e sincero, Djalma Fogaça confia tanto no trabalho da sua equipa, a DF Racing Fans, que nem mesmo a superioridade demonstrada pelos camiões da MAN Latin América nas duas primeiras provas vencidas, respectivamente por Felipe Giaffone e Leandro Totti, servem para o assustar.

Em Campo Grande eles brincaram de correr. No entanto, temos muito a evoluir. Tenho o motor de 9 litros e em breve devo usar o de 10 litros, pois o que me falta é somente receber os pistões. De repente, em Londrina podemos ser a surpresa, pois precisamos fazê-los correr atrás, já que deu para ver que eles têm problema de confiabilidade no camião. Além disso, em Londrina é mais fácil controlar o excesso de fumaça dos camiões, pois a temperatura não deve ser tão quente quanto em Caruaru e em Campo Grande“, disse o Caipira Voador.

Calendário da Fórmula Truck 2015

* 1 de Março – Caruaru (PE)
* 12 de Abril – Campo Grande (MS)
* 17 de Maio – Londrina (PR)
* 14 de Junho – Brasília (DF)
* 12 de Julho – Goiânia (GO)
* 9 de Agosto – Santa Cruz do Sul (RS)
* 13 de Setembro – Curitiba (PR)
* 4 de Outubro – Guaporé (RS)
* 8 de Novembro – Cascavel (PR)
* 6 de Dezembro – São Paulo (SP)